Em 24/12/2009 às 19h10

Flamengo, Flamengo, campeão de terra e mar

Rubro-Negro teve temporada de glórias no futebol e no remo carioca em 2009

RSS
O ano foi histórico para o remo e para o futebol

O ano foi histórico para o remo e para o futebol

Em 2009, as equipes de futebol e remo do Clube de Regatas do Flamengo fizeram jus ao hino oficial do Rubro-Negro, composto por Paulo Magalhães e cantado pela primeira vez em 15 de novembro de 1920, na Rua Paysandu, no empate por 1 a 1 contra o Palmeiras. Os atletas rubro-negros lutaram. Sempre com valor infindo, ardentemente, com denodo e fé, e por isso, o clube da Gávea tornou-se, mais uma vez, campeão de terra e mar (campeão estadual no futebol e no remo).

O pavilhão do nosso amor foi arqueado no topo do Maracanã e do Estádio de Remo da Lagoa nos dias 3 de maio e 15 de novembro, respectivamente. O título no remo, aliás, veio como presente dos 114 anos de história do clube, já que a oitava e última regata da temporada foi disputada justamente na data do aniversário do Mais Querido do Brasil. Esta foi a 15ª vez em que o Flamengo sagrou-se campeão de terra em mar. O feito já havia sido conquistado em 1920, 27, 42, 43, 63, 72, 74, 78, 79, 81, 86, 91, 96, 2004, 06 e 07.

O Clube de Regatas do Flamengo é o maior vencedor da história de ambas as modalidades no Rio de Janeiro. No remo, o clube detém 44 títulos estaduais. No futebol, são 31. Relembre neste especial feito pela equipe do Site Oficial do clube estas duas conquistas mais recentes, que fizeram com que o ano de 2009 fosse especial para cada rubro-negro.

Carioca de Futebol - O Campeonato Carioca de 2009 foi a 105ª edição da competição, com início no dia 24 de janeiro e o término no dia 5 de maio. Neste ano, o campeonato foi novamente composto por 16 equipes, que teve a volta do tradicional Bangu e a ausência do América, rebaixado na última temporada. O Flamengo entrara em campo como favorito, atual bicampeão e de olho no quinto tricampeonato de sua história, além da hegemonia do futebol no estado, já que estava empatado em número de títulos com o rival Fluminense.

A campanha rubro-negra começou com altos e baixos. O início da Taça Guanabara foi de vitórias e mais vitórias, contra Friburguense, Bangu, Volta Redonda, Mesquita e Macaé. Depois, a equipe empatou com o Boavista e o Botafogo, antes de chegar à fatídica semifinal do dia 21 de fevereiro, contra o Resende. Em um jogo polêmico, com erros de arbitragem e em uma tarde em que nada deu certo, vitória do time do interior por 3 a 1, que culminou com a eliminação do Flamengo do primeiro turno do Estadual.

O tricampeonato começava a ficar ameaçado. Na decisão da Taça GB, o Botafogo superou o Resende e garantiu, pelo terceiro ano consecutivo, sua vaga na finalíssima do Campeonato Carioca. Mal sabiam os alvinegros que o adversário e o resultado final seriam os mesmos das duas últimas temporadas. O Flamengo começou a Taça Rio arrasador, passando por Duque de Caxias e Cabofriense. Depois, até tropeçou contra o Tigres e o Vasco, mas venceu o Madureira, deu o troco no Resende, bateu o Americano e, com um empate aos 45 do segundo tempo contra o Fluminense, avançou às semifinais.

Contra o mesmo Tricolor das Laranjeiras, fez a sua melhor partida do ano, já no ritmo da despedida do capitão Fabio Luciano, que iria se aposentar no final do torneio. Com cada jogador correndo um pouco mais pelo líder do grupo, o time venceu a partida por 1 a 0 e chegou à decisão do segundo turno contra o Botafogo, com mais de 80 mil pessoas no Maracanã. Se os alvinegros ganhassem, seriam campeões automaticamente. Mas, um gol contra do zagueiro Emerson deu o título ao Flamengo, que ganhou moral e foi para a decisão do Estadual como favorito.

A partir dali, como diz o ditado, "deixaram o Flamengo chegar". Estava escrito. A exemplo do que aconteceu em 2007, no primeiro título da série do tricampeonato, dois empates nas partidas finais: 2 a 2, em ambos os jogos, ou seja, o título seria decidido nos pênaltis. E nas mãos do goleiro Bruno, pararam as cobranças de Juninho e Leandro Guerreiro, dando ao Flamengo a vitória por 4 a 2 e o histórico título de pentatricampeão carioca, além de maior vencedor do torneio, com 31 títulos.

Saiba mais sobre o Campeonato Carioca de 2009 na Flapédia: confira todos os jogos da campanha, os artilheiros, a média de público e a classificação final da competição clicando aqui.

Carioca de Remo – Quando a oitava regata do Campeonato Estadual de Remo de 2009 teve a sua data marcada para o dia 15 de novembro, era um sinal de que algo de bom estava guardado para o Clube de Regatas do Flamengo. No ano em que o Mais Querido assumiu a hegemonia do futebol carioca e depois ainda conquistou novamente o título brasileiro, que não vinha há 17 anos, o esporte que deu origem à paixão não poderia ficar para trás. E não ficou.

Depois de liderar o Carioca quase que de ponta a ponta, levantou o título estadual de remo de 2009 na raça e no talento de seus atletas. A 1ª Regata foi realizada no dia 22 de março, nas raias da Lagoa Rodrigo de Freitas. O Campeonato terminou empatado em 70 a 70, mas o Vasco da Gama levou o troféu da primeira das oito etapas ao totalizar 90 pontos. O Flamengo, que levou a melhor nas provas Four Skiff / Aspirante / Feminino, 2 Com / Aspirante, 4 Com / Júnior, Single Skiff / Júnior B e Oito Com / Sub-23, somou 79 e ficou com a segunda colocação, seguido pelo Botafogo, com 53 pontos.

Logo na segunda regata, o Flamengo assumiu a liderança para não sair mais. Das 13 provas disputadas pela 2ª Regata do Campeonato Estadual de Remo 2009, o Flamengo venceu sete e faturou o título de campeão, com o Troféu Eficiência. Com o resultado daquele 17 de maio, o C.R.F abriu uma boa vantagem de 26 pontos em relação ao Vasco da Gama, segundo colocado. Em 14 de junho, terceira etapa, e mais uma vez, a festa foi do Flamengo na Lagoa Rodrigo de Freitas. Com um total de seis provas vencidas na raça, o Rubro-Negro garantiu não só o Troféu Eficiência, como ampliou a diferença de 26 para 35 pontos em relação ao Vasco da Gama, segundo colocado.

Na quarta regata, o Fla acabou tropeçando, e o Vasco levou a melhor, mas nada que tirasse a tranqüilidade dos rubro-negros na ponta da competição, que ficou ainda maior na etapa de numero cinco do Estadual. Mesmo com uma das 13 provas adiadas, o Rubro-Negro abriu vantagem de 53 pontos no Campeonato Estadual de Remo no dia 8 de agosto, ao vencer cinco das 12 provas disputadas nas raias da Lagoa Rodrigo de Freitas. O equilíbrio marcou a 6ª Regata do Campeonato Estadual de Remo 2009. A disputa deste sábado terminou empatada em 91 a 91, mas, com uma vitória a menos (total de cinco), o Flamengo terminou em segundo lugar, e mesmo assim, seguiu lider da competição.

Faltando apenas duas regatas para o fim do torneio, o Flamengo já estava próximo do título, mas acabou levando um susto na sétima regata. O Vasco da Gama foi o campeão da etapa ao vencer o maior número de provas e totalizar 92 pontos contra 79 do Rubro-Negro, segundo colocado. Porém, na contagem geral do campeonato, o C.R.Flamengo se manteve na liderança, com 527 pontos. O cruzmaltino vinha logo atrás com 476. Sendo assim, a definição ficou para a última regata. A festa na sede náutica do C.R.F começou bem cedo com a tradicional Alvorada no Remo.

No dia 15 de novembro, as comemorações se estenderam até o Estádio de Remo da Lagoa. Com um total de 601 pontos e cinco provas vencidas na garra e na técnica, o Rubro-Negro sagrou-se o campeão estadual de remo, modalidade que deu vida ao Mais Querido do Brasil há 114 anos. O Troféu Eficiência, transitório, também foi conquistado pelo Flamengo.Nada poderia estragar a festa rubro-negra. As guarnições da Gávea estavam dispostas e determinadas a garantir o melhor presente de aniversário.

Destaque para a linda e tradicional prova do Oito Com – categoria Aberto, vencida pela guarnição do Cacique Buck. Outra briga que merece ênfase é a do Four Skiff Feminino, também categoria Aberto. Na raça, o quarteto formado por Emanuelle Abreu, Amanda Duarte, Renata Görgen e Luana Bartholo assegurou o primeiro lugar. A entrega dos troféus de campeão contou com a presença do Presidente Marcio Braga, que fez questão de comparecer e cumprimentar o vice-presidente de remo, Raul Bagattini, a comissão técnica e os remadores por mais uma brilhante conquista.

Fotos

Notícias Relacionadas

Autor: Da equipe do site oficial do Flamengo

Comentários nesta notícia

CADASTRE-SE AGORA!

JÁ TENHO CADASTRO

NOTÍCIAS





Nossos patrocinadores:

Global Partnership:



Apoio:

Parceiros:



Clube de Regatas do Flamengo

Avenida Borges de Medeiros, 997 - Lagoa - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - CEP 22430-041 - Tel.: 21-2159-0100
CT George Helal - Estrada dos Bandeirantes 25.997 - CEP 22785-275 - Vargem Grande - Rio de Janeiro

desenvolvido por