Libras

Notícias

Flamengo manda jogo contra o Brasília na capital federal

FlaBasquete tem confrontos marcados no ginásio da ASCEB dias 24 e 31 de janeiro. Ingressos já estão à venda

Por - em

O Flamengo desembarca na segunda casado basquete nesta temporada, na próxima quinta-feira, para uma tradicional disputa pelo Novo Basquete Brasil 12. Diante dos rubro-negros da capital federal, o Mais Querido enfrenta o Brasília sexta-feira (24), no ginásio da ASCEB, às 21h10. Os ingressos podem ser adquiridos no site da Ingresso Rápido. Clique aqui e compre o seu. 

Flamengo x Brasília, apesar de ser outra franquia com mesmo nome, é um clássico do basquetebol nacional. Nos primórdios do NBB, os times se alternaram no topo da tabela da competição e protagonizaram finais eletrizantes, com ginásios lotados, contribuindo ativamente para o fomento da modalidade em nosso país. Dos seis primeiros títulos da história do NBB, três deles são do Brasília e os demais do Flamengo. O Rubro-Negro foi o melhor da temporada ainda em outras três ocasiões, totalizando seis conquistas nacionais. 

"Flamengo e Brasília sempre foi certeza de jogão. Ginásios lotados, ânimos à flor da pele e muita rivalidade dentro de quadra. Apesar desse Brasília ser uma nova franquia, uma nova gestão, é sempre com aquele gostinho de clássico que entramos em quadra. Além disso, essa é mais uma oportunidade para jogarmos juntos com nossa torcida fora do Rio de Janeiro. Sempre somos muito bem recebidos em todos os lugares que chegamos, mas Brasília é sempre especial. Tenho certeza que a Nação vai pra ASCEB prestigiar o time nesse jogo", diz o ala Marquinhos.

A FoxSports transmite o confronto. 

No dia 31 de janeiro o Flamengo volta à Brasília, desta vez para enfrentar o Minas, também pelo NBB. 

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – BRB, TIM, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.