Libras

Notícias

Coordenadora científica do CUIDAR tem artigo publicado no International Journal of Sports Physiology

Carolina Wilke, entre outras funções, é responsável por controlar a carga de treinos dos atletas visando o alto desempenho esportivo

Por - em
Foto: Divulgação FlamengoCarolina Wilke, Coordenadora Científica do CUIDAR, teve recentemente um artigo publicado no International Journal of Sports Physiology, uma conceituada revista norte-americana que reúne os mais importantes artigos científicos do mundo relacionados à área esportiva. Wilke, além de outras funções desempenhadas no departamento rubro-negro, é responsável por controlar a carga de treino dos atletas do Mais Querido visando sempre o alto desempenho esportivo.

Izabel Miranda, Gerente do CUIDAR, ressaltou a importância de se ter um artigo publicado em uma revista de grande impacto internacional.

“Quando trouxemos o CUIDAR para o Flamengo, o principal objetivo era utilizá-lo como uma das ferramentas de monitoramento na carga de treino e também controlar os impactos do excesso de carga aos atletas. Então foi muito importante ter esse artigo da Carolina publicado em uma revista tão relevante internacionalmente”, afirmou Izabel.

Ao Site Oficial, Carolina Wilke respondeu algumas perguntas relacionadas ao seu artigo científico publicado na revista norte-americana. Confira abaixo:

- Qual é a importância da publicação deste artigo na sua carreira?

Esse foi o terceiro e último artigo do meu doutorado, que finalizei em 2019, por isso simboliza o fim de uma etapa de muitas oportunidades, desafios e, principalmente, aprendizado. Com ele tive a oportunidade de levar a ciência para a beira da quadra e aprender a fazer adaptações mantendo a qualidade, fazer um longo benchmarking em um país de grande impacto na nossa área, que é a Austrália, e de ajudar a divulgar a qualidade da ciência do esporte do Brasil para outros países por meio dos artigos publicados.

- Pode explicar um pouco sobre como funciona esse monitoramento da carga de treino e dos impactos do excesso de carga no atleta? Qual é a importância desse estudo na pré- temporada?

De forma resumida, o que mostramos nesse estudo foi que o treinamento com cargas adequadas pode não apenas melhorar o desempenho do atleta, mas também ajudá-lo a se recuperar mais rápido para os próximos treinos e jogos em dias subsequentes. A quantificação do que o atleta realiza nos treinos, de como o seu organismo reage, e da sua rotina de sono e alimentação – que chamamos de monitoramento, ajuda a comissão técnica a programar essa carga de treinamento de forma que ela não seja tão alta que possa causar uma fadiga excessiva, por exemplo, ou ser tão baixa que não resulte nas adaptações para a sua melhora do desempenho. Esse balanço da carga de treinamento é especialmente importante na pré-temporada dos esportes coletivos, quando as equipes se preparam para os campeonatos. Para essas equipes, é comumente o período mais propício para se treinar mais vezes na semana e desenvolver as capacidades físicas dos atletas, e agora temos uma evidência de que também pode melhorar a sua recuperação para o próximo desafio.

- Por que a modalidade estudada foi o futsal?

Antes de chegar ao Flamengo, trabalhei como consultora científica em uma equipe de futsal por cinco anos, onde implementamos um programa de monitoramento de treinamento. Quando comecei, ainda existiam poucos estudos sobre o esporte e, por isso, não encontrávamos respostas para dúvidas frequentes no planejamento das cargas de treinamento e recuperação dos atletas. Começamos então a buscar as respostas nas nossas próprias equipes, desenvolvendo estudos com rigor científico, com objetivo final de aplicação prática.