Libras

Notícias

Remadores rubro-negros realizam exames de pré-temporada no CUIDAR

Parceria com o laboratório Hermes Pardini permite checagem completa dos atletas

Por - em
Mais um ano começando e, com ele, mais uma bateria de avaliações de pré-temporada do CUIDAR. O Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento de Atletas de Rendimento é o responsável, entre outras funções, pelo acompanhamento e prevenção de lesões dos atletas olímpicos do Mais Querido. Com esse objetivo, profissionais do laboratório Hermes Pardini, parceiro do núcleo rubro-negro, realizaram a coleta de sangue dos remadores da equipe Sênior do Flamengo na manhã desta terça-feira (15), a fim de garantir que estejam em boas condições de saúde para o início das competições.

“Essa parte da pré-temporada para a gente é extremamente importante para entendermos onde os nossos atletas estão. Se estão saudáveis e aptos a começar a treinar forte. A gente sabe que um atleta não é uma pessoa normal e, por isso, temos que ter todos os cuidados possíveis”, afirmou Carolina Wilke, coordenadora científica do CUIDAR.

“A parceria com o Hermes Pardini nos permite fazer exames mais aprofundados e todos com a mesma metodologia. Se a gente tem um laboratório parceiro, nós temos certeza da qualidade, que é muito grande, e a gente pode confiar nestes resultados para darmos suporte para os nossos médicos. Agora, é começar a fazer um monitoramento mais aprofundado dessa parte fisiológica dos atletas também”, continuou Carolina. “Com essa facilidade do laboratório vir aqui, fazer a coleta dos atletas no clube, ninguém teve que mudar sua rotina para fazer o exame e a gente sabe o quão importante é a manutenção dessa rotina deles”.

Assim como o remo, as equipes profissionais de basquete e vôlei usufruíram do convênio com o laboratório em suas respectivas pré-temporadas, em meados de 2018. O Hermes Pardini auxilia o Mais Querido também com exames ao longo da temporada, especialmente para os atletas de baixa renda ou que não contam com plano de saúde.

“De um ponto de vista técnico, acho que essa é a coisa mais importante que a gente tem na área médica. Uma das grandes dificuldades que temos é a de fazer exames. Fizemos um estudo há dois anos que mostrava que 60% dos nossos 655 atletas não têm nenhum tipo de convênio. Com a parceria, a gente abriu a possibilidade de fazer exames nessa turma toda. Essa é a primeira grande vantagem, poder proporcionar exames para aqueles atletas que não têm nenhum suporte de saúde. Isso tanto na avaliação de pré-temporada quanto ao longo das competições na ocorrência de lesão ou alguma doença”, comentou o coordenador médico do CUIDAR, Claudio Cardone.

“A segunda grande vantagem é que eles nos dão prioridade no agendamento de exames. Se tem uma lesão no treino de basquete à tarde, por exemplo, eu posso conseguir atendimento até no mesmo dia e dar o retorno para a comissão técnica. A terceira, é que acabamos, nós médicos, tendo uma relação com os profissionais de lá e isso cria um canal para comentarmos o exame, termos o resultado mais rápido, discuti-lo. Acho que, do ponto de vista médico, é o melhor convênio que poderia ser feito”, concluiu Cardone.

Fundado em 2016, o CUIDAR conta hoje com 39 profissionais da área da saúde dedicados ao bem-estar físico e mental daqueles que defendem o Manto Sagrado. O convênio com o laboratório Hermes Pardini, iniciada em novembro de 2017, é uma das grandes parcerias do núcleo, que conta ainda com vínculos com o Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro (IORJ) e o Conselho Regional de Educação Física (CREF), entre outros.

As equipes de remo do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.