Libras

Notícias

Conheça o legado que a Copa deixou na Gávea

Sócios e visitantes da sede social do clube recebem espaço adidas e a reforma do campo de futebol como herança do Mundial

Por - em
A Copa do Mundo no Brasil foi um sucesso. O povo brasileiro deu um show de hospitalidade, os jogadores, de simpatia, e as equipes, nos gramados. Passado o evento – o maior do esporte mundial ao lado das Olimpíadas – as seleções e os turistas se foram, mas muita coisa ficou para o Brasil. Na sede do Flamengo, na Gávea, a adidas e a Federação Holandesa de Futebol foram responsáveis por deixar uma herança importante para o Mais Querido e sua torcida.

O novo gramado de futebol, rodeado de arquibancada e vestiário reformados, abrigou a seleção da Holanda durante toda sua participação na competição, nos períodos em que esteve no Rio de Janeiro. Na segunda-feira (14.07), o Flamengo voltou a ter, formalmente, o comando das áreas que estiveram sob o bastão da FIFA durante o Mundial. O gerente geral de Administração, Marcelo Helman, mostrou-se entusiasmado com o sucesso do projeto.

"Em outubro de 2013, nós fomos procurados pelos holandeses, ao mesmo tempo em que todas as seleções procuravam seus centros de treinamentos. Na visita, negociamos bastante a melhor forma de hospedá-los. Em momento algum conversamos sobre pedir um aluguel, mas sim em um legado para ser deixado conosco. O campo, as fundações, foram totalmente mudados. A grama é especial, tiramos as ervas daninhas, contratamos uma empresa especializada. A obra foi magnífica, não só para eventos sociais como também para o time principal de futebol, já que existe a ideia de que venham treinar aqui (na Gávea) e tragam alegria para o público", disse.

Além do gramado, muito elogiado pela mídia, pela FIFA e pelos ilustres hóspedes europeus, o clube ganhou bancos de reservas, um dos vestiários – o outro já estava reformado desde 2013 –, coolers, bolas, sacos para material esportivo, cones, traves circulantes, novas traves fixas, novas redes e pintura de todas as instalações do futebol.

No prédio da sede social, a adidas deixou belíssimos espaços para futuros eventos corporativos e sociais no clube. A área em que a empresa alemã realizava coletivas de imprensa com astros do esporte, como Beckham, Valderrama e Patrick Vieira, ficou para o Flamengo, com mobiliário moderno e estrutura para receber empresas e executivos.

"Esse espaço foi usado pela adidas para fazer seu hospitality center. Antes disso, aqui ficava a ginástica olímpica, enquanto o ginásio Cláudio Coutinho era reformado. Agora, temos grandes salas para reuniões corporativas, que o Flamengo poderá explorar e render mais receitas para o clube. A Copa foi muito boa para o Flamengo. Não só pela exposição de nossa marca, como com os jogadores da Alemanha, mas também pelas melhorias feitas na instituição, o que deixa o torcedor e o sócio orgulhosos. O Flamengo compreende quatro dos principais bairros da Zona Sul: Lagoa, Jardim Botânico, Gávea e Leblon. Isso atraiu os olhares da FIFA e das empresas patrocinadoras da Copa, para instalarem seus "quarteis generais" aqui, o que nos deixou muito contente. A adidas, um dos nossos grandes patrocinadores, instalou-se aqui e distribuiu da Gávea todo o material para os jogos do Mundial"

Na cobertura do prédio, anexo ao espaço corporativo, a adidas deixou um terraço que mistura sofisticação, informalidade e uma das mais belas vistas do Rio de Janeiro, que poderá ser usado para eventos e até instalações gastronômicas. Todo o piso foi trocado por um deck de madeira e foi feita impermeabilização da área, em meio à Lagoa, ao Cristo Redentor e à Pedra da Gávea.

"Trouxemos cerca de mil pessoas aqui, que conheceram nosso Lounge e o Flamengo. Essa foi uma das razões principais para fazermos esse espaço: todas essas pessoas conheceram o Mais Querido. Para nós é muito importante, já que vendemos o Rubro-Negro em todo o mundo, queríamos que nossos outros grandes clientes internacionais conhecessem o clube, que faz parte dessa família. Esta área não estava sendo utilizada e agora podem ser realizados eventos aqui ou podemos alugar para outras empresas. A adidas e o Flamengo ganharam muito com esse evento, foi uma ótima parceria", disse Luca Lupino, gerente global da adidas no Flamengo.

Com a proximidade das Olimpíadas no Rio, em 2016, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) será o responsável por deixar mais um legado para o Rubro-Negro, com a total reforma do centro de lutas, das quadras de tênis, e dos ginásios Togo Renan Soares (vôlei e futsal) e Hélio Maurício (basquete). Todos os recursos serão 100% investidos em infraestrutura, sem contar com o importante investimento no intercâmbio entre os atletas e comissões técnicas do clube e representantes estadunidenses, bem como planos de marketing conjuntos entre Flamengo e USOC.