Libras

Notícias

Ricardo Abrantes fala sobre vitória e avalia desempenho no Brasileiro

Treinador comentou sobre a partida e o que esperar para a próxima fase

Por - em
Após a vitória do Flamengo/Marinha por 3 a 0 na última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro Feminino, o técnico Ricardo Abrantes comentou, com exclusividade ao site oficial, sobre a participação do Mais Querido na competição, além do desempenho durante a partida na Gávea.

"Foi uma vitória importante. Colocamos um time de meninas que não jogaram ou entraram pouco, então vinham com muito treino e pouco jogo. Elas sentiram a importância de mostrar para o grupo que têm valor. Foi o mesmo resultado que fizemos na estreia lá no Barradão, poderíamos ter feito muito mais. Claro que tem o nervosismo, o ritmo, algumas sentiram a pressão. O importante é terminar com uma vitória e ganhar moral para a segunda fase. Temos essa meta do bicampeonato. Infelizmente não conseguimos a primeira colocação, mas derrapamos na hora que era possível. Fizemos bons jogos até quando perdemos. Vamos em busca desse título, com o Flamengo não podemos pensar em outro resultado", afirmou Ricardo Abrantes.

Ricardo aproveitou para fazer uma avaliação do desempenho das Meninas da Gávea na primeira fase. O Flamengo terminou em terceiro lugar do Grupo 2. Foram 14 jogos, 8 vitórias, 1 empate e 5 derrotas, com 26 gols marcados e 14 sofridos.

"Esse ano temos grupo bem reduzido, com apenas 25 atletas. Temos jogadoras como a Tânia Maranhão, com 42 anos, e algumas de 20 com potencial. Nossa ideia foi conquistar a classificação o mais cedo possível para podermos utilizar mais essas meninas. Algumas equipes estão jogando duas competições, então conseguem rodar mais o elenco, melhorando muitos aspectos do jogo. Não era o que esperávamos até por sermos os atuais campeões, mas ano passado corremos por fora e eu prefiro assim. Colocaram muita pressão em cima da gente no início, conseguimos vitórias no final da partida, em outras poderíamos ganhar de goleada e acabamos perdendo. Essa oscilação é muito normal, principalmente com o elenco reduzido. Tivemos muitas viagens, começamos a treinar ainda no início de janeiro. Enfim, o objetivo era classificar e conseguimos isso", concluiu o treinador.

*Sob supervisão de Isabela Abirached