Libras

Notícias

Fla e Flu empatam em jogo eletrizante no Engenhão

Rubro-Negros viraram a partida, mas tricolores empataram no segundo tempo: 3 a 3

Por - em

Clássicos são sempre imprevisíveis. A máxima é batida, mas não há como fugir de tal mística que envolve os Fla x Flus. Neste domingo (19.09), rubro-Negros e tricolores fizeram um duelo digno de suas tradições no Engenhão. Eletrizante, com muitos gols, casa cheia e equilíbrio até o último minuto. E, mais uma vez, como na história dos confrontos longe de seu palco principal, o Maracanã, ficaram no empate: 3 a 3.

Deivid, David e Renato marcaram os gols do Flamengo, que com o empate fica na 15ª colocação, com 27 pontos. O Fluminense, com 42 pontos, fica com o segundo lugar. Na próxima rodada, quarta-feira (22.09), o time do técnico Silas vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio.

"O campeão voltou"
O Flamengo entrou em campo com uma escalação mais ofensiva do que a da vitória sobre o Grêmio Prudente no meio de semana. O técnico Silas surpreendeu ao manter Kleberson e tirar Correa do time titular. Na zaga, outra alteração: David entrou na vaga de Jean. Mas apesar do esquema mais ousado do Rubro-Negro, quem abriu o placar foi o Fluminense. Logo aos oito minutos, Conca cobrou escanteio no primeiro pau, Washington desviou e o zagueiro Leandro Euzébio, de cabeça, fez  1 a 0.

O gol não abateu o time da Gávea, que foi atrás do empate. Cinco minutos depois, Leo Moura quase marcou em cobrança de falta da entrada da área tricolor. O jogo continuou movimentado e com as duas torcidas incentivando bastante suas equipes. E aos 22 foi a vez de os rubro-negros, em maioria no Engenhão, soltarem o grito de gol. Diogo fez grande jogada invidual e a bola sobrou para Kleberson, que cruzou na medida para Deivid marcar seu primeiro gol com a camisa do Flamengo e deixar tudo igual.

Se o atacante Deivid fez o gol de empate, seu quase xará, o zagueiro David, não poderia deixar por menos. Surpresa de Silas na escalação, foi ele quem fez o gol da virada. Aos 40, usando a mesma arma do gol tricolor, Renato cobrou escanteio no primeiro pau, Diogo desviou a bola sobrou limpa para o camisa 14 rubro-negro fazer explodir a metade rubro-negra do Engenhão: 2 a 1, e o time foi para os vestiários aos gritos de "o campeão voltou".

Castigo no fim
A etapa final começou um pouco mais morna e com o Fluminense buscando mais o ataque. Atrás no placar, o time de Muricy levou perigo ao gol de Marcelo Lomba aos 10 com Conca e aos 12 com Washington. O Flamengo tentou equilibrar na base dos contra-ataques, como o chute de Renato de perna direita aos 15 minutos, mas foi Rodriguinho, aos 19, que balançou as redes e empatou o placar para o Fluminense, batendo com categoria na saída de Marcelo Lomba.

A festa tricolor, no entanto, durou muito pouco. No minuto seguinte, Renato, como nos velhos tempos, acertou uma belíssima cobrança de falta, forte, no ângulo de Rafael e recolocou o Flamengo em vantagem: 3 a 2. Só que, mais uma vez, o Fluminense correu atrás do placar. Em nova bola aérea, aos 28, Rodriguinho recebeu livre, dentro da pequena área, para fazer 3 a 3. Aos 41, Deivid ainda teve duas boas chances de recolocar o Fla em vantagem, mas o jogo terminou mesmo empatado.


FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 3 x 3 FLUMINENSE

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/9/2010 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Guttemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Ricardo de Almeida (RJ)
Cartões amarelos: Willians, Jean (Flamengo); Mariano (Fluminense)
Renda: 441.430
Público pagante:15.886
Público presente: 18.911

GOLS: Leandro Euzébio 9'/1ºT (0-1), Deivid 22'/1ºT (1-1) e David 39'/1ºT, Rodriguinho 18'/2ºT (2-2), Renato 20'/2ºT (3-2), Rodriguinho 27'/2ºT (3-3)

FLAMENGO: Marcelo Lomba, Léo Moura, David (Jean, 23'/2ºT), Ronaldo Angelim e Rodrigo Alvim; Toró, Kleberson (Maldonado, 34'/2ºT), Willians e Renato; Diogo (Diego Maurício, 23'/2ºT) e Deivid. Técnico: Silas.

FLUMINENSE: Rafael; Leandro Euzébio, Gum e André Luis (Marquinho, intervalo); Mariano, Diogo, Fernando Bob, Conca e Carlinhos; Rodriguinho e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.