Libras

Notícias

Fla fica no zero a zero na despedida do Maracanã

Na estreia de Deivid, Rubro-Negro pressiona, mas não consegue passar pelo Santos

Por - em
A despedida do Flamengo no Maracanã antes de o estádio fechar para as reformas visando à Copa do Mundo de 2014 não foi do jeito que os rubro-negros esperavam. Na estreia do ataque "D2", formado por Deivid e Diogo, o time da Gávea pressionou, jogou bem, teve chances, mas não conseguiu sair do zero a zero no duelo com o Santos, neste domingo (05.09).

Com o resultado, o Flamengo, que irá atuar em outra 'casa' a partir de agora, chega seu quinto jogo consecutivo sem ganhar e soma 22 pontos. O próximo duelo da equipe rubro-negra é com o São Paulo, quarta-feira (08.09), no Morumbi. Já o time santista sobe para 31 pontos e diminui sua distância para o líder Fluminense, que perdeu para o Guarani e parou em 38 pontos.

Pressão rubro-negra
O time do técnico Silas entrou em campo com uma novidade: Toró compôs o meio-de-campo no lugar de Petkovic, ao lado de Correa, Willians e Renato. A alteração parece ter dado um novo gás à equipe, que começou a partida empurrada pela torcida, que compareceu em ótimo número ao Maracanã, pressionando o adversário. Com Deivid e Diogo cheios de vontade no ataque, o Fla foi amplamente superior: deu nove chutes a gol contra um do Santos.

A primeira boa chance veio logo aos cinco, com Juan, que de pé direito chutou para fora. Aos 19, Leonardo Moura realizou uma bela jogada pela direita e cruzou para o atacante, que, mesmo sozinho, bateu também para fora. O Santos, por outro lado, até teve mais posse de bola, mas levava pouco perigo. Em sua estreia, o ex-jogador do Fenerbahçe fazia questão de ser participativo, e levou perigo em novo chute aos 29. Um minuto depois, Willians fez bela jogada e Diogo quase abriu o placar, mas o jogo foi para o intervalo empatado.

Time tenta, mas gol não sai
Na etapa final, Dorival Junior optou por dar mais velocidade ao Santos, colocando Madson no lugar de Keirrison. Mas quem continuou mandando no jogo foi o Flamengo. É bem verdade que o baixinho santista assustou nos contra-ataques, mas o Rubro-Negro seguiu melhor. O técnico Silas colocou em campo o experiente Petkovic, que tentava melhorar a articulação da equipe.

No primeiro lance, ele roubou a bola na intermediária e chutou fraco de canhota para defesa de Rafael. Mas ficou nisso. A partir daí, o time da Gávea partiu para o ataque na base do coração, com o apoio da torcida, e no fim ainda teve um pênalti não marcado em cima de Diogo, mas novamente não conseguiu balançar as redes e a despedida do Maracanã foi mesmo com um zero a zero.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 0 x 0 SANTOS


Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 5/9/2010 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden/RS (FIFA)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock/SC e Thiago Gomes Brigido/CE (FIFA)
Cartões amarelos: Ronaldo Angelim (Flamengo); Durval (Santos)

FLAMENGO: Marcelo Lomba, Leonardo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Toró, Correa, Willians (Kleberson 40'/2ºT) e Renato (Petkovic 22'/2ºT); Diogo e Deivid (Diego Maurício 38'/2ºT). Técnico:Silas

SANTOS: Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Danilo, Zezinho (Madson, intervalo) e Marquinhos (Marcelo 19'/2ºT); Zé Eduardo e Keirrison (Breitner, intervalo). Técnico: Dorival Júnior

Siga o perfil oficial do Flamengo no Twitter

\ \

Confira a galeria de fotos do Site Oficial do Flamengo

\ \

Confira a galeria de áudios do Site Oficial do Flamengo