Libras

Notícias

Flamengo derrota o São Paulo no Maracanã

Por - em

Em noite onde, quase à perfeição, aliou raça, técnica e disciplina tática, o Flamengo, apoiado por mais de 68 mil torcedores, venceu o São Paulo por 1 a 0, no Maracanã, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O gol da vitória foi marcado por Ibson, no início do segundo tempo.

Com o resultado, o clube chegou aos 40 pontos, vê cada vez mais de longe a incômoda zona do rebaixamento e cada vez mais de perto a possibilidade de classificação para uma competição sul-americana em 2008.

Jogando para o maior público do Brasileiro, o Flamengo tomou iniciativa da partida e atacou incessantemente o São Paulo nos primeiros 10min. Na maior chance criada neste período, Souza serviu Juan na esquerda e este cruzou para Maxi, que concluiu dividindo com a zaga adversária e a bola foi para escanteio.

Após a pressão inicial o São Paulo soube acalmar o jogo e, embora não criasse qualquer chance de abrir o placar, quebrou a velocidade rubro-negra e passou a ter mais a posse de bola. Ainda assim o Flamengo quase marcou aos 28, em chute de Cristian que bateu no travessão, aos 32, em chute cruzado de Ibson, e aos 34, em nnovo arrematde de Cristian, após bela tabela com Maxi.

O líder do Brasileiro levou perigo apenas aos 45min, quando Borges foi lançado na área e, já sem ângulo, chutou em cima de Bruno, que saiu bem e mandou para escanteio.

O segundo tempo começou em ritmo lento e o Flamengo teve o mérito de se aproveitar de um momento raro na competição: aos 4min, a zaga do São Paulo bateu cabeça, Ibson se aproveitou, pegou a sobra e tocou com categoria na saída de Rogério Ceni.

O gol empolgou a torcida e o time, que logo em seguida teve outras duas boas oportunidades de ampliar: aos 8min Maxi recebeu passe de Ibson na direita, entrou na área e, de perna esquerda, acabou concluindo mal, nas mãos de Rogério. Quatro minutos depois Léo Moura cruzou na cabeça de Souza, mas o atacante errou o alvo por muito.

Após mais de 20 minutos de muita luta no meio e nenhuma boa chance criada de parte a parte, o jogo cresceu de ritmo a partir dos 30min. Aos 31 Souza foi lançado e Rogério Ceni saiu como um zagueiro, evitando a conclusão do atacante. Oito minutos depois jorge Vagner bateu falta com perigo e Bruno mandou para escanteio.

Aos 42, a maior oportunidade do São Paulo: Jorge Vagner cobrou escanteio, Aloísio cabeceou, Bruno fez grande defesa, a bola bateu na trave e quicou perto da linha do gol, mas não entrou e a arbitragem acertou ao não apontar para o centro do campo.

O líder do campeonato ainda tentou ensaiar uma pressão no fim da partida, mas, bem postado em campo e apoiado incessantemente fora dele, o Flamengo se defendeu bem, esperou o tempo passar e comemorou junto com a torcida após o apito final.

FLAMENGO 1 x 0 SÃO PAULO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)\ Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)\ Renda / público: R$ 878.669,00 / 59.098 pagantes\ Cartões amarelos: Leandro, Jadílson (SP); Souza, Maxi (FLA)\ GOL: Ibson, aos 4 minutos do segundo tempo.\

FLAMENGO\ Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Jaílton, Cristian e Ibson (Léo Medeiros); Maxi (Roger) e Souza.\ Técnico: Joel Santana.\

SÃO PAULO\ Rogério Ceni, Breno, Alex Silva e André Dias; Leandro, Zé Luís (Fernando), Richarlyson, Jorge Wágner e Jadílson (Diego Tardelli); Borges e Dagoberto (Aloísio). Técnico: Muricy Ramalho.\