Libras

Notícias

Ronaldinho estreia bem, Wanderley brilha e Fla segue 100%

Camisa 10 dá dribles e passes, centroavante mostra estrela de novo e time bate Nova Iguaçu: 1 a 0

Por - em

A estreia foi de Ronaldinho. Ele levantou a torcida com seus dribles, passes milimétricos e cobranças de falta perigosas. Mas a noite foi mesmo de um jogador que já virou uma espécie de talismã do Flamengo na temporada: Wanderley. Ele que, aliás, gosta de brilhar em estreias. No primeiro jogo do Estadual, fez o dele. No primeiro de Thiago Neves, também. E na noite de Ronaldinho, não poderia ser diferente. Como de costume, o atacante entrou no segundo tempo e, na base da vontade, correndo muito e lutando até o fim, foi premiado com o gol da vitória: 1 a 0, sobre o Nova Iguaçu.

\

Com a vitória, o time da Gàvea mantém a liderança do grupo de forma invicta, com cinco vitórias em cinco jogos. A classificação da equipe às semifinais da Taça Guanabara está muito bem encaminhada. No próximo final de semana, o time enfrenta o Boavista, no Moacyrzão, em Macaé.

\

Ronaldinho anima, mas gol não sai
A euforia era visível. A cada toque na bola, vibração na arquibancada. Quando ele pedalou, deu toque de letra e quase marcou de falta, então, o Engenhão por pouco não veio abaixo. Mas o primeiro tempo não foi só de festa para o Flamengo. Enganou-se quem pensou que o Nova Iguaçu ia se intimidar com a torcida ou com a presença de Ronaldinho. Os "laranjinhas" não tiveram medo do Flamengo e jogaram de igual para igual no primeiro tempo. Marcando forte e apostando nas bolas aéreas e contra-ataques, a equipe da Baixada chegou a ter boas chances de marcar nos primeiros 20 minutos de jogo.

\

A mais clara foi logo no início, aos 13, em rápido contra-ataque puxado por Alex Faria, que chegou cara a cara com Felipe, mas chutou para fora. Os rubro-negros também tiveram oportunidades de abrir o placar. O atacante Deivid apareceu bem em dois lances: aos 15, em chute de fora da área, e aos 39, quando quase completou bom cruzamento rasteiro de Leonardo Moura. Vander, em jogada individual, também assustou aos 28. O lance que mais levantou a Nação, no entanto, foi a cobrança de falta de Ronaldinho aos 40, que o goleiro Diogo espalmou.

Torcida entra no jogo e Wanderley brilha
Apesar de os primeiros 45 minutos terem sido bem movimentados, o placar não se alterou e a etapa final começou mesmo no zero a zero. O que motivou Ronaldinho para voltar ainda mais motivado do vestiário. Logo nos primeiros minutos, ele distribuiu passes de efeito para Deivid, Renato... Mas nenhuma das conclusões a gol foi boa. Mais agudo no segundo tempo, o Fla começou a levar mais perigo, especialmente nas jogadas criadas pelas laterais. Mesmo assim, nada de bola entrar.

Então, Luxemburgo mexeu: colocou Wanderley e Bottinelli nos lugares de Deivid e Vander. E o camisa 33 já assustou logo em seu primeiro lance, em chute de fora da área aos 16 minutos. Aos 24, teve outra boa chance em lançamento primoroso de Ronaldinho. A torcida,  enfim, se inflamou. Enquanto o Nova Iguaçu apelava para os jogadores caindo no chão, o Fla foi pra cima em busca do gol. Aos 30, em nova boa jogada de Wanderley, Bottinelli chutou forte de primeira mas o goleiro pegou.

Parecia questão de tempo até o gol sair. Aos 32, foi a vez de Thiago Neves, de dentro da área, chutar para fora. Um minuto depois, Leo Moura quase marcou. De tanto insistir, Wanderley brilhou de novo. Artilheiro do Fla no Carioca, ele mostrou sua estrela novamente. Aos 40, ele aproveitou sobra de chuta de Thiago Neves e, na raça, empurrou a bola para dentro da área: 1 a 0.

Flamengo 1 x 0 Nova Iguaçu

Data: 02/02/11.
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro.
Árbitro: Wagner dos \ Santos Magalhães.
Auxiliares: Lílian da Silva e Andréa Izaura.
\ \ Renda: Renda: R$ 1.081.600,00 
Público: 37.042 pagantes (42.108 presentes)

Gol: Wanderley, aos 40 minutos do segundo tempo
\ Cartões amarelos: Amaral, Alex Moraes, Diogo Silva (NOV); Thiago Neves, Maldonado, Welinton (FLA)
\ \

Flamengo: Felipe; Léo Moura, Welinton, David Braz e Renato; Maldonado (Egídio), Willians, Vander (Bottinelli), Thiago Neves e Ronaldinho; Deivid (Wanderley).    

Nova Iguaçu: Diogo Silva; Foca, Leonardo Luiz, Alex Moraes e Cortez; Amaral, Mossoró (Dieguinho), Alex Faria (Luan) e Marquinhos; William Barbio e Maycon