Libras

Notícias

Viagem pelas glórias do Flamengo

Museu terá exposição de camisas históricasLANCENET! mostra pela primeira vez alguns dos 10 mil troféus do acervo rubro-negro (Crédito: Rafael Ximenes)

Por - em

Museu terá exposição de camisas históricas

LANCENET! mostra pela primeira vez alguns dos 10 mil troféus do acervo rubro-negro (Crédito: Rafael Ximenes)

Fla vai construir museu de nível internacional

LANCENET! revela com exclusividade os detalhes do projeto

Rafael Ximenes e Rodrigo Mandarini

O torcedor que entra na Sala de Troféus do Flamengo e se emociona ao encontrar as 105 taças mais importantes da história do Rubro-Negro pode se preparar. Se tudo ocorrer como espera a diretoria flamenguista, no dia 15 de novembro do ano que vem, aniversário do clube, um museu com cerca de 3.000m² será inaugurado na Gávea. Nele, os visitantes viajarão pela história do Mais Querido através de milhares de troféus, vídeos, uniformes e fotos.

Uma das grandes atrações do Museu do Flamengo será o acervo com os cerca de 10 mil troféus já conquistados pelo clube. Nem todos estarão expostos, pois não haveria espaço suficiente, mas eles serão cadastrados, fotografados e disponibilizados na internet. O LANCENET! teve acesso com exclusividade à sala onde os troféus estão guardados, sendo recuperados e catalogados.

No local, dois funcionários cuidam do tesouro ao qual nem sócios e dirigentes têm acesso. O cuidado com o acervo é tão grande que Antônio Resende, que cuida do local, não aceitou ser fotografado para continuar andando anônimo pelas dependências do clube.

A promessa do vice-presidente do Fla-Gávea, Luiz Paulo Segond, responsável por tocar o projeto, é que o museu rubro-negro seja o mais moderno não apenas do país:

- O nosso slogan define qual é o nosso objetivo: "O melhor museu do mundo para o maior time do mundo". Queremos ter o museu mais completo e visitado entre todos. Temos tudo para isso. São 35 milhões de torcedores e vamos abrir os muros do clube para eles - disse Segond.

Além dos troféus, há relíquias de valor incomensurável para os flamenguistas que serão expostas no museu. Camisas históricas como as que Adílio e Nunes fizeram os gols do título do Mundial Interclubes de 1981 são cuidadosamente guardadas em uma sala climatizada.

- O museu vai passar a emoção de ser Flamengo até para quem não é rubro-negro. Haverá um passeio virtual onde o visitante viajará pela história do clube. Queremos transformar isso aqui em um pólo de turismo - explicou Segond.

Museu do Fla: clube em busca recursos

Novo museu não vai custar nada aos cofres do Rubro-Negro

(Crédito: Rafael Ximenes)

Rafael Ximenes e Rodrigo Mandarini

O projeto do museu rubro-negro está em fase de captação de recursos. De acordo com Luiz Paulo Segond, a atração não custará um centavo aos cofres do clube. Todo o investimento será da iniciativa privada, que se utilizará das leis de incentivo à cultura para apoiar o projeto.

- O dinheiro colocado pelas empresas no projeto iria pagar impostos. Ninguém vai colocar nada do bolso, é só o que já se gastaria com ICMS, por exemplo. Além disso, é positivo ligar o nome ao Flamengo - afirmou.

Para quem quiser anunciar no museu, um dos maiores atrativos será um espaço na fachada, onde haverá um enorme contador de torcedores. Estimada em 35 milhões de pessoas, a torcida do Flamengo estará em constante atualização no painel.

Saiba quais serão as atrações do Museu do Fla

Promessa é que atração seja a mais completa do futebol

Rafael Ximenes e Rodrigo Mandarini

De acordo com o projeto, o Museu do Flamengo será o mais moderno entre todos os museus de clubes de futebol do mundo. Confira as principais atrações do sonho rubro-negro que deverá ser inaugurado em 2008:

- Fachada toda em preto e vermelho, com contador de torcedores e um grande painel luminoso escrito "Museu do Flamengo". O contador marcará o número de torcedores do clube espalhados pelo país.

- Bar temático de dois andares, com vista para a Lagoa Rodrigo de Freitas.

- Sala multimídia. O visitante terá acesso à história do clube através de túneis onde encontrará troféus, vídeos e telões. Tudo de forma interativa.

- Sala de troféus. O Fla tem quase 10 mil troféus que serão digitalizados e ficarão à disposição do visitante pela internet ou pelos terminais internos. As principais taças ficarão expostas na nova sala de troféus.

- Calçada da fama. O visitante chegará ao museu através dela. Lá, o torcedor pode conferir os principais ídolos da história do clube, tanto no futebol quanto nos esportes olímpicos.

- Sala para torcida com exposição temporária. Esse será o lugar para as torcidas mostrarem o orgulho de ser rubro-negro. O espaço terá fotos e objetos que ilustram a paixão pelo clube.

- Camisas e vídeos históricos. Camisas da conquista do Mundial de 1981, do ídolo Zico, de adversários e os novos uniformes estarão expostos nas paredes do museu.

- Estátua de jogadores. Os maiores ídolos serão lembrados da maneira que merecem: em estátuas.

- Sala para eventos temporários. Lançamentos de livros, exposições e pequenas recepções poderão ser realizadas no local.

- Loja de material esportivo e de souvenirs.

- Projeto Nova Geração. Os craques da nova safra rubro-negra terão seus nomes divulgados nesta sala e já começarão a fazer parte da história do Flamengo.