Libras

Notícias

Festa da cidadania rubro-negra acontece neste sábado

Programação na Gávea vai entreter associados que forem ao clube eleger o 57º presidente do Flamengo

Por - em
Caro associado,
 
No próximo sábado, 8/12, venha exercer seu direito estatutário ao voto e fortalecer a cidadania rubro-negra. As eleições de 2018 vão escolher o presidente e o vice-presidente do Conselho Diretor; o presidente e o vice-presidente da Assembleia Geral, bem como o corpo transitório dos conselhos Deliberativo e de Administração no triênio 2019/2020/2021. A votação acontece no Ginásio Hélio Maurício, na sede social da Gávea, das 8h às 21h. 

E para prestigiar os sócios e seus dependentes em um momento tão importante para o Flamengo, o Fla-Gávea planejou um dia com muitas atividades recreativas: música ao vivo piscina, recreação no parquinho infantil, teatrinho de fantoches na brinquedoteca, além de duas sessões especiais no novíssimo CINE FLA, às 10h (Scooby Doo) e às 14h (Era do Gelo). 

É importante citar que o acesso ao clube no dia das eleições será restrito aos associados, não sendo permitida a entrada de convidados ou visitantes. E para garantir o bem-estar e a livre circulação de quem irá votar, alguns serviços do clube sofrerão alterações. Não funcionarão as escolinhas, assim como não estarão disponíveis os campos de futebol e as quadras de tênis. A venda e consumo de bebidas alcoólicas estão proibidos. 

Quem pode votar

Estão aptos a votar os associados que constem na relação de eleitores da Assembleia Geral e que estejam quites com o clube. É necessário apresentar documento oficial com foto e a carteira social para exercer o voto.

Quatro chapas disputam as eleições presidenciais: ‘Chapa Amarela - Coração Valente’, do José Carlos Peruano; ‘Chapa Branca - Fla Tradição e Juventude’, de Marcelo Vargas; ‘Chapa Rosa - Avança Mais, Flamengo’, do candidato Ricardo Lomba; e ‘Chapa Roxa - Unidos pelo Flamengo’, de Rodolfo Landim.

As eleições de 2018 determinam quem será o 57º presidente da história do Mais Querido do Mundo. O eleito fica no cargo pelos próximos três anos (2019 a 2021).