Libras

Notícias

Flamengo realiza Peneira do Judô 2018 para escolha de novos atletas

Ao todo, 31 judocas foram pré-selecionados para a próxima etapa em fevereiro

Por - em
Em busca de novos talentos para os tatames rubro-negros, o Flamengo realizou a Peneira do Judô 2018 no final de novembro. Dos 47 atletas inscritos para o teste, 31 foram pré-aprovados para a próxima etapa de treinamento junto com a equipe de judô rubro-negra. O período do estágio é de um mês e tem como objetivo realizar uma melhor avaliação dos atletas.


“Os atletas que foram aprovados nesta primeira etapa, voltarão em fevereiro ao clube para um período de estágio técnico com duração de 30 dias. Assim, poderemos observar os fundamentos básicos do judô, tais como: andar, segurar o kimono, usar a vestimenta de maneira correta, utilização da faixa acertada e algumas técnicas de judô, como a do desequilíbrio. Uma outra etapa será para avaliar a parte técnica de como projetar e finalizar essa técnica”, disse Carlos Alberto Farias, Coordenador Técnico do judô rubro-negro.

“A última fase servirá de adaptação ao treinamento, porque o treino aqui no Flamengo é bem forte, com o objetivo de fabricar atletas, então é preciso que eles consigam se adaptar a esse tipo de treinamento. Nesta fase, nós observamos a assiduidade, o comportamento do atleta no dojo e algumas posições de chão para saber se essa criança conhece o que é imobilização, estrangulamento, dentre outras coisas bem simples, que só ficando com eles por um tempo conseguimos ter a noção de quem está vindo para as nossas mãos”, completou.

Os judocas do Mais Querido estão em período de recesso e retornam no dia 7 de janeiro para iniciar os treinamentos visando as inúmeras competições que terão no calendário da modalidade em 2019. A rubro-negra Cailane Salarini foi convocada para disputar o Meeting de judô, com data prevista para o início de fevereiro.


As equipes de judô do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.