Libras

Notícias

Em coletiva na Gávea, Flamengo e ENS apresentam parceria para os esportes olímpicos

Escola de Negócios e Seguros assume o naming right da equipe de natação rubro-negra

Por - em
Nesta terça-feira (3), o auditório Rogerio Steinberg, na Gávea, recebeu a coletiva de anúncio da parceria entre o Flamengo e a Escola de Negócios e Seguros para os esportes olímpicos. O evento, transmitido ao vivo pela Fla TV, contou com a participação de atletas das modalidades aquáticas rubro-negras e dirigentes. A mesa foi composta por Delano Franco, Vice-Presidente de Esportes Olímpicos do Mengão; Marcelo Vido, Diretor Executivo da Pasta; Tarcísio Godoy, Diretor Geral da ENS; e Mario Pinto, Diretor de Ensino Superior da instituição.


A escola chega como parceira do Mais Querido nas nove modalidades olímpicas do clube e assume o naming right da equipe de natação, que passa a se chamar Flamengo ENS. Para Delano Franco, os acordos envolvendo nomes dos times são um chamariz a mais para investidores.

“Acredito que é um instrumento de marketing importante que traz mais visibilidade pelo nome. (...) A gente tem uma preocupação que as empresas de naming rights dos nossos times, os que já temos e eventuais futuros, sejam instituições reconhecidas, de altíssimo gabarito. Acho que é um caminho natural, que traz visibilidade, mas que exige da nossa parte um critério muito grande de com quem a gente vai juntar nomes em equipes e, no caso da ENS, estamos muito satisfeitos, super se encaixa pelo que a entidade é”, disse o Vice-Presidente.

A parceria com a ENS visa também o aspecto social, buscando desenvolver o jovem não só como atleta, mas também como cidadão. Pelo acordo, o Flamengo poderá oferecer a rubro-negros de áreas vulneráveis cerca de 110 bolsas de estudo integrais em cursos de graduação e de MBA da escola.

“Dos nossos quase 800 atletas federados nas nove modalidades olímpicas, nós temos 44% vivendo nas comunidades no entorno do clube, então a gente já faz um trabalho social muito grande. Esporte e educação têm que andar muito juntos, eu acredito demais nos atributos que o esporte proporciona, como o respeito, a disciplina, a tolerância, saber ganhar e perder, isso tudo faz com que o jovem cidadão se perpetue para sempre e a base acadêmica é essencial”, falou Marcelo Vido.

“A ideia da escola não é apenas ensinar, assim como a ideia de um clube não é apenas formar atletas, mas fazer uma transformação social. Então a ENS está criando condições para que essas pessoas se instrumentalizem para enfrentar o mercado de trabalho. Os cursos da escola são os melhores posicionados nas suas respectivas áreas e certamente darão condições para essas pessoas entrarem no mercado de trabalho, se prepararem como cidadãos e a questão laboral ser resolvida. A escola tem a oferecer não apenas cursos, mas profissões, empregabilidade e sustentabilidade para esses atletas”, disse Mario Pinto, Diretor de Ensino Superior da ENS.

Tarcísio Godoy, Diretor Geral da instituição, falou sobre o retorno que pode ser esperado com o patrocínio ao Flamengo.

“Você tem no Flamengo o exemplo de uma entidade que apoia o esporte de excelência e a gente quer que, com o exemplo dos ganhadores, dos atletas vencedores, possamos levar o nome da escola para o Brasil e até para o mundo. O Flamengo não é uma marca nacional, é mundial, então ao atrelar a Escola de Negócios e Seguros com uma marca de excelência, a gente tem certeza de que será um exemplo para que outras pessoas consigam entender como praticar esportes e estudar pode ser enaltecedor para a sociedade brasileira”, afirmou.