Libras

Notícias

Joanna Maranhão e revezamento 4x50m masculino são ouro

Henrique Barbosa conquista a medalha de bronze nos 100m peito

Por - em

No terceiro dia do Troféu José Finkel de Natação, o Flamengo manteve a rotina de subir ao pódio e conquistou mais três medalhas (duas de ouro e uma de bronze). A competição, que está sendo disputada no Parque Aquático do Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (Minas Gerais), segue até domingo.

\

O revezamento 4x50m livre masculino do Flamengo superou todos os adversários e expectativas. Cesar Cielo e Nicholas Santos vieram no meio, uma estratégia armada pela comissão técnica do Flamengo para surpreender os rivais. Bernardo Novaes abriu o revezamento e André Santos, o Capitão, fechou com "chave de ouro", literalmente, com o tempo de 1m29s28.

\

"Normalmente, eu ou o Nicholas abrimos ou fechamos o revezamento, mas os meninos foram muito bem. É bom ver os integrantes da equipe motivados. O Bernardo, principalmente, que é jovem, pode crescer muito", disse Cielo que está nadando a 100% dentro de sua atual condição. "Estou numa porcentagem de 100% para treino. E essa competição tem de ser vista assim por todo mundo que nadou o Mundial e vai nadar o Pan. O Flamengo é uma equipe que foi retomada há dois anos e está crescendo. Este ano já estamos nadando a competição com mais brasileiros do que estrangeiros e o que me atraiu no projeto da Patricia (Amorim) foi justamente participar do resgate da natação carioca, sempre tão tradicional", completou Cielo.

\

Joanna Maranhão, que também nadou o revezamento 4x50m feminino, conquistou sua segunda medalha de ouro pelo Flamengo ao ser a mais rápida na final dos 400m livre, com o tempo de 4m17s35. A rubro-negra recém-contratada liderou a prova do início ao fim, sempre mantendo uma boa distância das demais.

\

"Eu queria muito ganhar a prova e garantir os pontos para o Flamengo. Estava mordida por ter perdido na última vez para a Poliana (Okimoto), de quem sou muito fã. É importante ter uma adversária do nível dela na raia ao lado, é uma motivação maior. Mas estou muito feliz mesmo por ter colaborado com s pontos para o Flamengo, meu clube", comemorou Joanna.

\

Henrique Barbosa foi o primeiro rubro-negro a subir ao pódio depois de conquistar a medalha de bronze na final dos 100m peito, disputa que contou com a presença de Tales Cerdeira que, infelizmente, não obteve uma boa colocação e terminou em sexto lugar.

\

"Estou satisfeito com a colocação, mas não com o tempo que poderia ter sido melhor. Mas o importante aqui é marcar pontos para o Flamengo e manter o ritmo de treino e de competição", disse Henrique, especialista no estilo.

\

O revezamento feminino, formado por Giuliana Gigliotti, Carolina Athayde, Monique Ferreira e Joanna Maranhão, não rendeu o suficiente para subir ao pódio e terminou em quarto lugar.

\

Apesar dos bons resultados obtidos na manhã dessa quinta-feira (01.09), o Flamengo acabou sendo ultrapassado na classificação geral e agora está em quarto lugar, com 636 pontos. O anfitrião Minas permanece na liderança (1.213,50), seguido por Corinthians (766) e Pinheiros (731). No quadro geral do masculino, o Rubro-Negro é o segundo melhor, com 358 pontos, atrás somente do Minas. No feminino, o Flamengo está em quinto lugar, com 168.