Libras

Notícias

Joanna Maranhão voa e conquista seu terceiro ouro

Cesar Cielo, Nicholas Santos e João de Lucca garantidos na final dos 100m livre

Por - em

O dia começou com medalhas para o Flamengo no Parque Aquático do Minas T.C, em Belo Horizonte, onde está sendo realizada a 40ª edição do Troféu José Finkel de Natação. Joanna Maranhão assegurou seu terceiro ouro, enquanto os dois revezamentos 4x200m livre (masculino e feminino) ficaram com a prata e Leonardo de Deus e Mireia Belmonte, com o bronze.

\

Cesar Cielo, com o melhor tempo da série (50s43), Nicholas Santos (50s69) e João de Lucca, que fez o melhor tempo da semifinal (50s36) garantiram presença na final dos 100m livre que acontece amanhã. Na versão feminina, Giuliana Gigliotti também se classificou ao fazer o tempo de 57s39.

\

"Sinceramente, olhando a prova de um modo geral, foi devagar nesta semifinal. O sol estava enganando, mas a manhã estava fria. Os tempos não foram bons. Vamos tentar fazer 49 segundos alto ou 50 baixinho na decisão. E melhorar essas marcas, eu e todo mundo. Neste sábado, vou nadar três vezes, uma maratona que vou tentar encarar da melhor forma que puder.", disse Cielo, que vai nadar as semifinais dos 50m borboleta e as finais dos 100m livre, além do revezamento 4x100 m livre.

\

Dona do recorde sul-americano e do campeonato, Joanna Maranhão voou na final dos 200m borboleta e garantiu sua terceira medalha de ouro na competição que segue até domingo (04.09). Com o tempo de 2m12s46, Joanna contou com a presença da espanhola Mireia Belmonte, que conquistou o bronze (2m16s38).

\

"Acho que pela dificuldade que está sendo nadar em Belo Horizonte, por conta da baixa umidade, foi uma boa prova. Quis bater na frente desde o começo e acumular o máximo de pontos para o Flamengo", comentou Joanna.

\

Na final masculina dos 200m borboleta, Leonardo de Deus, que tem na disputa dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara o seu principal o foco da temporada, ganhou duas medalhas no 40º Troféu José Finkel, o Brasileiro Absoluto de Natação, nesta sexta-feira (02.09). Aos 20 anos e integrante da nova geração da natação brasileira, ele ficou com a medalha de bronze nos 200m borboleta (2min00s81) e a de prata com o revezamento 4x200m livre do Flamengo (7min30s91).

\

"Eu gostei das duas provas que nadei. No revezamento, eu estava um pouco cansado - já estamos nadando desde segunda-feira e eu havia feito os 200m borboleta (ficou com a medalha de bronze). Mas estou feliz com os tempos para esta época. Nós que nadamos o Mundial estamos 'pesados' dos treinos puxados, não estamos polidos e raspados. E estamos pegando nadadores polidos e raspados", disse o rubro-negro, que completou: "Esse tempo é apenas razoável, o possível dentro dessa fase da preparação para o Pan. Gostei da prova porque pude ganhar uma medalha e ajudar o Flamengo a marcar pontos, já que esta é uma competição de clubes."

\

Henrique Barbosa passou para a final dos 50m peito, estilo que é sua especialidade, ao fazer o percurso em 28s51, o terceiro melhor tempo da série. Tales Cerdeira, com 29s13, é o primeiro reserva.

\

O revezamento 4x200m livre feminino, formado por Joanna Maranhão, Carolina Athayde, Monique Ferreira e Mireia Belmonte, foi guerreiro e conquistou a prata ao fazer 8m17s72, ficando atrás somente da equipe do Minas. No masculino, João de Lucca abriu e entregou para André Schultz com boa vantagem. Armando Negreiros e Leonardo de Deus tiveram a responsabilidade de manter o ritmo e assegurar mais uma medalha para o Flamengo.

\

Com os resultados de hoje, quarto dia de semi e finais do Troféu José Finkel, o Flamengo se manteve em quarto lugar na classificação geral, com 890 pontos.  Minas (1.570,50), Pinheiros (1.023), Corinthians (942) são os três primeiros colocados. Na classificação por sexo, os rubro-negros estão em terceiro lugar, com 399 pontos, e as meninas em quarto, com 261. O anfitrião Minas está na liderança em ambas, com 591 e 739,50, respectivamente.