Libras

Notícias

Mateus e Nicholas conquistam o título Pan-Americano Sub-19 com a Seleção Brasileira

Brasil venceu os Estados Unidos na grande decisão

Por - em
A Seleção Brasileira Sub-19 de polo aquático contou com a ajuda de dois rubro-negros para conquistar o título do Campeonato Pan-Americano da categoria. Na Florida, nos Estados Unidos, o time de Mateus Stellet e Nicholas Fichman venceu os donos da casa por 8 a 5 e sagrou-se campeão da América neste domingo (15).

No Grupo A da competição, o Brasil estreou na última terça-feira, 10 de julho, justamente contra os adversários da final. Equilibrada, a partida terminou em empate com dez gols para cada lado. Em seguida, a Seleção Brasileira enfrentou e venceu Porto Rico, por 17 a 8, na quarta-feira (11), e Argentina, por 17 a 4, na quinta-feira (12), avançando em primeiro lugar para as quartas de finais. 

O país começou a fase eliminatória goleando a equipe de Barbados por 19 a 1, com um gol de Nicholas Fichman e dois de Mateus Stellet. Na semifinal, novamente contra os hermanos, mais uma vitória com larga vantagem pelo placar de 17 a 5 para o Brasil. Stellet marcou uma vez, enquanto Fichman fez dois gols, ajudando a Seleção Brasileira a garantir a vaga na grande decisão.

"O torneio foi uma experiência nova para mim, porque eu nunca tinha sido campeão Pan-Americano. Estou me sentindo muito feliz por essa conquista que não é sempre que o Brasil consegue", comentou Nicholas. 

Os rubro-negros já eram medalhistas de prata no Pan-Americano Sub-17. Em julho de 2017, eles integraram a seleção que perdeu para os Estados Unidos na final da competição. Mateus foi o artilheiro da partida, marcando três gols, enquanto Nicholas marcou uma vez na derrota por 6 a 5.
 

De volta ao Brasil, os rubro-negros retornam às atividades com o clube, mas sem deixar a Seleção Brasileira. Em agosto, eles disputam o Campeonato Mundial de Polo Aquático Masculino da categoria Sub-18. A competição acontece entre os dias 11 e 19 do próximo mês, em Szombathely, na Hungria. 


As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.