Libras

Notícias

Polo Aquático rubro-negro termina temporada 2019 com saldo positivo

Categorias de base do Mais Querido conquistaram resultados expressivos durante o ano

Por - em

Foto: Marcelo Cortes / Flamengo
O Polo Aquático rubro-negro, mais uma vez, alcançou resultados bastante expressivos durante a temporada 2019, principalmente no que diz respeito às categorias de base da modalidade. No adulto, o time feminino do Mais Querido terminou com a medalha de prata na Liga PAB, garantindo um lugar no pódio na competição. Já a equipe masculina ficou com a terceira posição no Brasil Open da modalidade.


Logo em março, o Sub-18 Masculino levantou o título do Torneio Carioca da categoria, enquanto o time feminino ficou com o vice-campeonato da competição. Os meninos do Sub-16 também fizeram bonito e foram campeões do Campeonato Estadual de forma invicta, aplicando uma goleada de 18 a 2 sobre o Botafogo.

No segundo semestre, as equipes Sub-16 e Sub-18 do naipe masculino garantiram o bronze no Campeonato Brasileiro Interclubes das respectivas categorias. Já o Sub-16 Feminino ficou com a prata na mesma competição.

Edson Terra, gerente de esportes aquáticos do Mais Querido, analisou os resultados conquistados em 2019 e projetou a atual temporada.

“O ano de 2019 foi bem positivo para o polo aquático do Flamengo em vários aspectos. Com a chegada do treinador Rafael Hall, junto com os demais técnicos que já trabalhavam nas equipes de base, nós conseguimos ficar entre os melhores do Brasil em diversas categorias, tanto no masculino quanto no feminino. No adulto, o masculino foi medalha de bronze no Brasil Open na metade do ano, fato que não acontecia há 7 anos. Também fomos vice-campeões brasileiros da Liga PAB feminina no final do ano, com uma equipe bastante jovem totalmente reformulada, já que tivemos quatro atletas de Seleção Brasileira que se aposentaram”, disse o gerente, que continuou.

“Outro ponto positivo foi a convocação dos nossos técnicos para as Seleções Brasileiras, onde três deles integraram as equipes nacionais. Isso demonstra a capacidade técnica do nosso clube em formar não só atletas, como também profissionais que servem as comissões técnicas do Brasil. Podemos destacar também os eventos que voltaram a ser realizados no clube, sendo um sucesso de público e organização, graças ao investimento que o Flamengo fez na modernização do seu parque aquático. Essas melhorias fizeram com que o número de atletas participando das competições aumentasse e, além disso, possibilitam que a comunidade do polo aquático possa desfrutar desse equipamento esportivo de ponta. Então, tudo isso fez com a modalidade tivesse um ano bastante positivo. Esperamos continuar evoluindo nesta temporada de 2020, reforçando mais as equipes adultas para disputarmos novamente entre os três primeiros em todos os campeonatos em que iremos disputar”, finalizou.

As equipes rubro-negras retornam aos treinamentos em fevereiro e iniciam a preparação visando as competições que serão disputadas durante a temporada 2020.


As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Estácio, Furnas e Rede D’or  – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.