Libras

Notícias

Marcello Varriale é o convidado do Papo Virtual da FlaTV desta quinta-feira (07)

Gerente de esportes náuticos do Rubro-Negro destaca a importância de conquistar o Estadual após seis anos

Por - em

Marcello Varriale, gerente de esportes náuticos do Flamengo, foi o convidado desta quinta-feira (07) para o Papo Virtual da FlaTV. Ele falou sobre sua história no Clube, a vitoriosa temporada de 2019 e o projeto olímpico rubro-negro. Confira abaixo alguns trechos!

Chegada ao Flamengo

“Quando cheguei ao Clube em 2018, já existia um processo de reestruturação no departamento de remo e tinham contratado um treinador estrangeiro para ajudar nessa reformulação técnica. Funcionou bem por algum tempo, mas depois entendemos que era preciso fazer algumas mudanças. A realidade é que tínhamos uma equipe grande, mas que faltava o trabalho em conjunto. Então o principal ponto da reestruturação que fizemos foi criar um grupo de trabalho eficiente, além de trazer alguns atletas de fora que estavam em outros clubes e que tinham potencial para integrar a equipe rubro-negra”.

Contato com o treinador alemão

“Eu já tinha um pequeno contato com o Bernhard Stomporowski quando a gente participava de campeonatos internacionais, e conversando com um outro treinador que trabalha nos Estados Unidos, comentei que estava à procura de um técnico estrangeiro para o Flamengo, para que no próximo ano pudesse liderar um projeto olímpico também, não focado apenas nos campeonatos regionais e nacionais. No mesmo dia, ele colocou o Bernhard em contato comigo e começamos a trocar várias ideias, já montando um primeiro projeto. Então o Stomporowski veio visitar o Clube em outubro de 2018, e no começo de 2019, se mudou aqui para o Rio de Janeiro com toda a família para iniciarmos o trabalho".

Títulos do remo em 2019

“O primeiro ponto fundamental para conquistarmos esses resultados foi toda a equipe entender que era capaz de fazer isso. O remo do Flamengo ficou seis anos sem vencer o Campeonato Estadual, e isso para a história do Clube é algo muito duro. O Estadual de Remo é uma das competições mais antigas do país e é realmente muito importante para todos os clubes de futebol que tem sua origem na modalidade. A rivalidade entre as equipes continua muito preservada no remo, pois o Estadual acaba remetendo também à rivalidade do futebol. Então ser campeão de terra e mar, acaba fazendo com que o ano seja histórico mesmo. Ter conquistado os dois no ano passado foi muito bacana, não só o Campeonato Estadual invicto, mas também todos os títulos que o futebol ganhou. Foi como recomeçar de novo”.

Quer assistir ao Papo Virtual na íntegra? Clique aqui e confira na FlaTV.


As equipes de remo e canoagem do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev e Rede D’or – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.