Libras

Notícias

FlaVôlei encara disputa da Superliga C em outubro

Competição que dá acesso à Superliga B é o primeiro passo rumo à elite do voleibol

Por - em
Apresentada oficialmente em julho, a equipe feminina de vôlei do Flamengo tinha como objetivo principal na temporada a disputa da Superliga B. A competição, que garante aos finalistas acesso à Superliga, principal campeonato da modalidade no Brasil, será disputada a partir de janeiro de 2019. Entretanto, mais um obstáculo surgiu no caminho do Mais Querido de volta à elite do vôlei: a Superliga C, que acontece entre os dias 23 e 25 de outubro, com o Flamengo atuando em Recife (PE).

Por conta da grande quantidade de times inscritos, a competição foi criada a fim de diminuir o número de participantes na liga. Serão quatro chaves de três a cinco time em disputa única. O vencedor de cada grupo se qualifica para a Superliga B.

Apesar da surpresa, João Pântano, Gerente de Vôlei do Mais Querido, garante que o objetivo do grupo segue o mesmo. 

“A expectativa é muito grande para nossa estreia na Superliga C, estamos trabalhando duro há três meses e confiamos muito na equipe que representará nossa camisa. Vamos para Recife em busca da continuidade do sonho de voltar à elite do voleibol nacional”, disse Pântano. 

O Flamengo começa a caminhada na competição no dia 23 de outubro, às 17h, contra a APCEF, do Distrito Federal. No dia 25, entra em quadra contra a Ass. Gestores de Esp. Entretenimento, de São Paulo, no mesmo horário. Todas as partidas serão disputadas no ginásio da Uninassau. 

Antes disso, entretanto, o Mais Querido tem pela frente o primeiro jogo do Campeonato Estadual de Vôlei. Fora de casa, o Rubro-Negro enfrenta o Botafogo no dia 18 de outubro, às 19h, em General Severiano.