Libras

Notícias

Sesc RJ Flamengo inicia luta pela final da Superliga feminina nesta sexta-feira

Equipe rubro-negra vai até Uberlândia enfrentar o favorito Praia Clube e acredita que pode surpreender já no primeiro jogo da série melhor de três

Por - em

Foto: Gilvan de Souza / CRF

Quinto colocado na fase de classificação da Superliga feminina, o Sesc RJ Flamengo chegou aos playoffs como azarão. Nas quartas de final, diante do tradicional rival Osasco, 2-1 na série melhor de três confrontos e uma vaga muito comemorada nas semifinais. Agora, para chegar a mais uma decisão, o maior campeão da história do vôlei brasileiro precisa superar os prognósticos novamente, desta vez diante do Dentil Praia Clube, clube de melhor campanha. E a primeira partida será fora de casa, em Uberlândia, na Arena Dentil, nesta sexta-feira (08.04), às 18h30. O canal SporTV 2 transmite ao vivo.

Apesar de seu histórico vencedor, Bernardinho ficou internacionalmente reconhecido por respeitar muito as qualidades dos seus adversários. Quase que instintivamente, o treinador do Sesc RJ Flamengo lembra que o Praia Clube é o time a ser batido, mas destaca o mérito de suas comandadas na campanha de recuperação, a partir do segundo turno da Superliga.

“Sabemos que teremos pela frente o grande favorito ao campeonato, time de melhor campanha, com jogadoras de grande nível, mas também chegamos até aqui com méritos. E nosso papel é trabalhar muito para deixar o nosso melhor nessa semifinal. Fizemos dois jogos duros com o Praia Clube na fase de classificação, com uma vitória para cada lado, e sabemos que não podemos cometer erros diante de uma equipe qualificada como a delas”, resumiu Bernardinho.

Um fator importantíssimo em momento de tensão e pressão como o de agora é o psicológico. E o Sesc RJ Flamengo mostrou força ao eliminar Osasco no jogo decisivo, depois de abrir as quartas de final com derrota. Agora, diante do Praia Clube, as jogadoras sabem que precisarão novamente de foco e confiança. E se depender da torcida, que esgotou nesta quinta (07.04), em 18 minutos de venda, os dois mil ingressos para o jogo 2 das semis, no Rio de Janeiro, elas terão muito apoio para isso.

“Viemos de uma série duríssima nas quartas de final, quando nosso adversário era favorito, como agora. E para a gente segue existindo apenas um caminho, que é acreditar que podemos chegar lá e entregar o nosso melhor”, finalizou Bernardinho.

Esta é a primeira vez em que Praia Clube e Sesc RJ Flamengo se encaram numa semifinal de Superliga. As duas equipes já disputaram o título em suas ocasiões. Na temporada 15/16, o time comandado pelo técnico Bernardinho saiu com o título, em final única, disputada em Brasília. Na temporada 17/18, o projeto de Uberlândia chegou ao seu primeiro troféu da competição. Após perder o primeiro jogo no Rio de Janeiro, venceu o segundo e o Golden set.

Estatísticas

Além de todo aspecto emocional, o Sesc RJ Flamengo tem números que embasam o crescimento da equipe desde o segundo turno da fase de classificação da Superliga até a classificação para as semifinais. O time rubro-negro passou a sacar melhor e tem em Milka sua principal arma no fundamento. A meio de rede é a terceira melhor sacadora da competição, com 25 aces. A ponteira Yonkaira Peña, com 17, e a levantadora Giovana, com 15, também estão no ranking das que mais pontuaram.

Peña também figura entre as principais pontuadoras da Superliga. Com 366 acertos é a quarta atleta que mais marcou em toda a competição. Natinha e Maira seguem na ponta das melhores passadoras, em segundo e terceiro, respectivamente, com aproveitamento de 74% e 70%.