Júlio dos Santos Ângelo

De Flapédia
Ir para: navegação, pesquisa

Página com informações do ex-jogador do Flamengo Peu

Conteúdo

Biografia

Peu - Foto: Zico na rede

O atacante Júlio dos Santos Ângelo não é muito conhecido por seu nome classudo. São apenas as três letras P-E-U que identificam o alagoano que participou de uma parte importante das grandes conquistas da "Geração de Ouro" do Flamengo.

Peu nasceu em Maceió, assim como Dida, um dos maiores jogadores da história do Flamengo. E assim como o craque da camisa 10, começou sua história no Centro Sportivo Alagoano (CSA). A mãe de Peu era lavadeira do clube e o pai dele foi segurança, roupeiro, uma espécie de "faz tudo". Foi assim que desde menino ele foi criado no meio dos jogadores e da bola. Tirou lições valiosas!.

Aos 15 anos Peu já jogava pelo azulino alagoano e ainda muito jovem conquistou títulos nas categorias de base. Aos 17, já atuava entre os profissionais. Como o CSA revelava jogadores para os times do Rio de Janeiro e de São Paulo, em 1981 Peu veio parar no Flamengo.

Atacante eficiente com excelente domínio de bola, toques precisos, Peu só não teve mais oportunidades de se destacar no Flamengo porque caiu num time mágico. Por conta disso sempre foi um reserva de luxo, um jogador extremamente capaz, mas que estava quase sempre no banco. Nem por isso ele era triste. Muito pelo contrário! Alvo preferido das brincadeiras dos jogadores, Peu sempre teve espírito jovial e alegre.

Foram apenas quatro anos na Gávea, mas um período muito intenso na história do clube. Peu teve a oportunidade de dar a volta olímpica três vezes na Taça Guanabara, uma no Carioca, venceu um Brasileiro, a Libertadores e o Mundial. Quer mais? Bom, é o suficiente para colocá-lo na galeria de grandes campeões pelo clube.

Ao deixar o Flamengo, Peu ainda se aventurou por uma série de times pelo Brasil e também no exterior. Foi campeão em Pernambuco, Paraná, jogou ao lado de Raí no Botafogo de Ribeirão Preto e foi campeão mexicano com o Monterrey, em 1986. Ainda passeou por diversos Estados até encerrar definitivamente a carreira, aos 34 anos, levantando o título alagoano pelo clube que o revelou, o CSA.

Depois de pendurar as chuteiras, iniciou sua carreira de técnico sem sair da terra natal. Primeiro no Comercial AL, em 1996, depois no Dínamo AL, campeão das segunda divisão estadual, e posteriormente no Murici.

De lá para cá treinou times de base, como o Rio Negro RR e, em 2004, foi convidado para comandar o Itacuruba CE, na Série C do Campeonato Brasileiro.

Curiosidades

  • O pai de Peu era roupeiro do CSA e sempre falava sobre Dida. Por isso, desde menino ele tinha o conterrâneo como ídolo e torcia pelo Flamengo.
  • Sempre foi muito amigo de Zico e até hoje, quando vem ao Rio de Janeiro e o Galinho está na área, os dois se encontram para relembrar histórias.
  • A gagueira crônica nunca tirou Peu do sério. Apesar do problema, ele sempre se saiu bem das brincadeiras e era muito alegre. Um grande contador de histórias.
  • Peu foi levado ao Flamengo pelo técnico Orlando Peçanha, em 1981.
  • Ele garante que não sabe a origem do apelido Peu, que nada tem a ver com seu nome: Júlio.

(Fonte: Site Zico na Rede)

Dados

Nome Completo: Júlio dos Santos Ângelo
Apelido: Peu
Data do Nascimento: 4 de Abril de 1960
Local: Maceió - AL
Posição: Atacante

Nº de Jogos: 59
Nº de Gols: 11

1º Jogo: 28 de Janeiro de 1981 (Flamengo 2x0 Sampaio Corrêa)

Histórico

Anos Time
1977-1981 CSA
1981-1983 Flamengo
1983 Santa Cruz
1984 Atlético-PR
1985 Botafogo-SP
1986 Monterrey - México
? Cruzeiro
? São José SP
1994 CSA

Títulos

Flamengo

Estatísticas

Ano Jogos Gols Marcados Assistências Cartão Amarelo Cartão Vermelho
1981 24 6 0 0 0
1982 25 4 0 0 0
1983 10 1 0 0 0
Total 59 11 0 0 0

Ver também

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Ferramentas