Facebook Twitter Instagram Instagram Instagram

Departamento jurídico do Fla cuidará do caso Ronaldinho

RSS

Em 31/05/2012 às 15h44

O Flamengo tomou ciência nesta quinta-feira (31.05) sobre o processo movido por Ronaldinho Gaúcho, cobrando uma possível dívida e se desligando oficialmente do clube. O jogador tomou a atitude após se ausentar dos treinamentos por quatro dias e, agora, o caso está entregue ao Departamento Jurídico rubro-negro.

A presidente Patricia Amorim lamentou o fato do caso ter chegado à esfera judicial, mas ressaltou que o Flamengo é maior do que qualquer pessoa.

"Sempre tratamos os assuntos relacionados ao Ronaldinho em alto nível e internamente. Não esperávamos uma atitude como essa. Agora, o caso está nas mãos de nosso departamento jurídico, que irá tomar todas as medidas legais para proteger os interesses do Flamengo. O clube é maior do que qualquer pessoa e vai ser assim para sempre", afirmou Patricia Amorim.

Vice-presidente jurídico rubro-negro, Rafael De Piro, explicou que existe uma grande diferença entre o valor pedido pelo jogador na Justiça, já divulgado por alguns veículos de comunicação, e a dívida que o Flamengo tem com ele.

"Esse valor divulgado é absurdo. Vamos nos interar do processo e vamos nos posicionar melhor. Assim como disse a presidente, o Flamengo é maior que tudo e vai continuar assim. Só fica aqui quem quer jogar, quem quer vestir a nossa camisa. Relevamos durante todo esse tempo em que o Ronaldinho esteve aqui seus atos de indisciplina e nunca tivemos uma contrapartida desse ato. Sem dúvida, o Flamengo ficará melhor daqui para a frente", encerrou De Piro.

Autor: Site Oficial do Flamengo



Compartilhe:

Tags: flamengo, clube