Em 01/08/2013 às 00h01

Comunicado Fla Gávea

RSS
Prezado sócio (a),

Estamos completando 200 dias de administração do Clube de Regatas do Flamengo.

Neste período, tivemos um amplo trabalho para levantar a real situação financeira do Flamengo, já que nosso clube se ressentia de uma maior transparência e controle em relação às informações financeiras importantes do seu dia a dia.
 
Felizmente, hoje podemos dizer que, mesmo constatando a difícil situação financeira do Flamengo, já conseguimos pelo menos ter uma visão mais clara do que ocorre na área financeira do clube. Somente assim é que pudemos (e poderemos) realizar os trabalhos para combater o grande déficit existente.
 
Como temos o compromisso de sermos totalmente transparentes em nossas ações, achamos importante dividir com você, sócio, a atual posição financeira de nossa sede social e as medidas que estamos tomando para enfrentar este sério problema.

Quando começamos nosso mandato, em 2 de janeiro, levantamos a previsão de custos/receitas do Fla Gávea para o ano de 2013. Os números se mostraram muito preocupantes.

A manutenção, tão somente de nossa sede social, tinha um custo previsto de R$ 16.000.000,00. Este valor corresponderia ao pagamento de funcionários, luz, água, manutenção básica , etc. Vale ressaltar que, nestes custos, não estavam incluídas as reformas tão necessárias para a melhoria do clube.

Em contrapartida, as receitas previstas com o pagamento das mensalidades, vendas de títulos e escolinhas, somavam pouco mais de R$ 10.000.000,00.

Ou seja, nosso Fla Gávea tinha um rombo projetado, somente para 2013, de R$ 6.000.000,00.

Tínhamos portanto um déficit inaceitável e uma prestação de serviços aos sócios que deixava muito a desejar.

Para atacar o problema financeiro, começamos nosso trabalho na busca pela redução de custos. Para isto, fizemos uma ampla revisão de contratos de prestadores de serviços. Estamos realocando pessoal e buscando cortar os desperdícios (as contas de água e telefonia tiveram uma significativa redução)
Infelizmente estas medidas não serão suficientes para acabar com o rombo do Fla Gávea. Dos R$ 6.000.000,00 previstos no início do ano, temos agora um déficit de R$ 4.800.000,00.

O foco maior agora será o aumento de receita da sede social.

A terceirização do estacionamento foi uma das iniciativas para combater este problema. Com ela, além de valorizarmos o patrimônio do clube e de oferecermos uma ampla melhora destes serviços para nossos sócios, vamos reduzir os custos de pessoal e, principalmente, receber um montante financeiro capaz de ajudar na solução do rombo.

A próxima e mais importante medida a ser tomada, agora em  primeiro de setembro, será  a adequação das mensalidades do clube. Hoje, dos mais de 25 mil sócios e dependentes registrados no Flamengo, menos de 7.000 contribuem mensalmente com o clube. Na última relação apresentada pela secretaria, levantamos os seguintes números de sócios que, por direitos estatutários, não contribuem mensalmente com o Flamengo:

- 609 - Grandes beneméritos, beneméritos, eméritos e laureados
- 385 - Remidos  
- 114 - Campeões e honorários
- 16.034 - Dependentes
- 2.840 - Sócios proprietários com títulos comprados antes de 1992
- 937 - Sócios proprietários ainda em período de carência de 5 anos
 
 
Estes números mostram que o Clube de Regatas do Flamengo tem, como permite seu estatuto, aproximadamente 65% de seus sócios e dependentes isentos do pagamento regular das mensalidades. 

Aliado a este grande percentual de não pagantes, temos ainda o fato de os valores das mensalidades atuais em vigor serem os mesmos desde 12/02/2009. Ou seja, há mais de 4 anos  o Fla Gávea não reajusta sua principal receita, mesmo com uma inflação (IPCA) de 28,5% durante o período.

Sendo assim, após um amplo levantamento das mensalidades dos diversos clubes ao nosso redor e na Zona Sul carioca, tais como Monte Líbano, AABB, Piraquê, entre outros, e, analisando todo o histórico de cobrança do próprio Flamengo, chegamos a valores que, mesmo ainda não conseguindo cobrir a totalidade do rombo financeiro de nossa sede, já ajudará a minimizar parte dos problemas enfrentados.  São eles:

Sócio Proprietário: R$ 100,00
Sócio Patrimonial: R$ 200,00
Sócio Contribuinte Individual: R$ 140,00
Sócio Contribuinte Individual (praticante de aula das escolinhas): R$ 110,00
Sócio Contribuinte Familiar: R$ 190,00
Sócio Off-Rio: R$ 40,00
Dependente: R$ 10,00

Como você poderá notar, este reajuste médio de 33% nas mensalidades é pouco superior à taxa de inflação do período e mantém nosso clube como a menor mensalidade entre os clubes ao nosso redor (apenas como exemplo, a mensalidade atual da AABB está em R$ 230,00 ).  Além disto, a implantação do pagamento de apenas R$ 10,00 por cada dependente  fará com que nossa comunidade seja mais justa na contribuição para a manutenção do clube, na medida em que passaremos a cobrar mais daqueles que mais utilizam nosso espaço.

Caro sócio, tenha certeza de que este reajuste foi o menor que conseguimos implantar. Equacionar o problema do déficit financeiro é um passo fundamental para que o Flamengo possa continuar sendo o grande clube que é. Para isto, reafirmamos o trabalho diuturno de nossa diretoria em buscar mais eficiência na operação do clube, de forma a conseguir os recursos tão necessários para as melhorias físicas de nossas instalações.

Fazer do Fla Gávea um lugar ainda melhor para convivermos com nossas famílias é uma das grandes metas da nossa administração.

Receba nosso cordial abraço.

CONSELHO DIRETOR DO CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO

Notícias Relacionadas

Comentários nesta notícia

CADASTRE-SE AGORA!

JÁ TENHO CADASTRO

NOTÍCIAS





Nossos patrocinadores:

Global Partnership:



Apoio:

Parceiros:



Clube de Regatas do Flamengo

Avenida Borges de Medeiros, 997 - Lagoa - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - CEP 22430-041 - Tel.: 21-2159-0100
CT George Helal - Estrada dos Bandeirantes 25.997 - CEP 22785-275 - Vargem Grande - Rio de Janeiro

desenvolvido por