Facebook Twitter Instagram Instagram Instagram

Tudo igual na bola e no placar

Flamengo vai bem na primeira etapa, Botafogo melhora na segunda e jogo das quartas da Copa do Brasil termina empatado

Em 26/09/2013 às 00h31

André Santos abriu o placar no Maracanã André Santos abriu o placar no Maracanã
Na noite desta quarta-feira (25.09), no Estádio do Maracanã, principalmente no primeiro tempo, o "Flamengo foi Flamengo", como o efetivado Jayme de Almeida gosta de dizer. Não houve dividida perdida e a torcida jogou junto com o time. Apesar da superioridade do Mais Querido na metade inicial da partida, que abriu o confronto das quartas de final da Copa do Brasil, o placar final foi 1 a 1, sendo André Santos o autor do gol rubro-negro.

Com apenas um minuto de bola rolando, o Flamengo já mostrou que faria o que Jayme de Almeida havia prometido após o último treino antes do clássico: entrar para ganhar. Hernane chutou forte de fora da área e a bola passou rente à trave de Jefferson. Durante todo o primeiro tempo só deu o Rubro-Negro, e o Botafogo não criou chances claras. Aos 12, João Paulo cruzou, Paulinho pegou de voleio e a redonda encontrou a cabeça de André Santos, que abriu o placar. Empolgado com o gol, os comandados de Jayme seguiram pressionando muito. Com 33 minutos de bola rolando, João Paulo chegou bem à linha de fundo e, com um belo cruzamento, encontrou Luiz Antônio, que não cabeceou bem e perdeu boa chance dentro da grande área. Aos 39, o último grande lance da primeira etapa. Luiz Antônio cruzou rasteiro, Carlos Eduardo apareceu bem, chutou cruzado, mas o goleiro adversário executou uma defesa milagrosa.

Com a desvantagem no placar, o Botafogo voltou para o segundo tempo disposto a empatar e conseguiu cumprir seu objetivo aos 12 minutos. Edílson chutou forte, a bola desviou em Samir e deixou Felipe sem chances de defesa. Aos 14, o botafoguense Rafael Marques tabelou com Lodeiro e chutou no meio do gol para Felipe encaixar com tranquilidade. Três minutos depois, novamente o atacante adversário finalizou, e, dessa vez, o arqueiro do Mais Querido precisou se esticar todo para evitar que a bola chegasse à rede. O Flamengo reagiu e ameaçou duas vezes, com Rafinha e Hernane, mas sem muito perigo. Com o passar do tempo, os dois times foram diminuindo o ritmo, o jogo ficou morno e acabou terminando com a igualdade no placar.

"Clássico é assim. Há dificuldades, mas nossa equipe está de parabéns, pois suportou a pressão no segundo tempo. Nós trabalhamos, lutamos e conseguimos manter o empate, mesmo com o cansaço", disse André Santos, após o apito final. As duas equipes voltarão a se enfrentar pela Copa do Brasil no dia 23 de outubro. Como os dois clubes são do mesmo estado, não há o critério do gol qualificado, portanto quem vencer avança à próxima fase.

Autor: Comunicação

Fonte: Site Oficial do Clube



Compartilhe: