Libras

Notícias

Flamengo vence o Asbavi-RO e soma a segunda vitória no CBI Sub-18

Rubro-Negro dá show e fecha o duelo com placar elástico de 118x29

Por - em
Na segunda rodada do Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-18, na manhã desta terça-feira, o Flamengo teve uma ótima atuação coletiva e venceu o Asbavi-RO, por 118x 29, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. 

Com uma marcação pressão desde o primeiro quarto, o time comandado por Rodrigo Galego não deixou o adversário respirar e construiu o placar sem sustos. 

O treinador comemorou bastante o resultado:

"Hoje foi uma boa vitória nossa, com uma diferença grande de placar, porque o campeonato confere o primeiro lugar a quem tiver o melhor average, que é uma relação de pontos tomados com pontos convertidos. Consegui rodar bastante todos os atletas. E todos entraram muito intensos. O que me chamou a atenção positivamente foi que, mesmo construindo a vitória no primeiro quarto, o time conseguiu manter a intensidade. E a gente já está se preparando bem para enfrentar o Corinthians amanhã, uma equipe estruturada. Vamos tentar sair em primeiro lugar desse grupo, com três vitórias... E classificar entre os primeiros no geral para, nas quartas de final, entrar com tudo em busca do objetivo principal, que é o título.

Matheus Maciel (43 pontos), João Vittor (15 pontos) e Matheus Macaé (13 pontos) foram os principais pontuadores. O pivô, maior destaque, avaliou o triunfo:

"Esse foi nosso segundo jogo na semana, e a ansiedade já passou. Hoje, graças a Deus, conseguimos atuar melhor que ontem e saímos com a vitória."

A próxima partida do Rubro-Negro na competição será na próxima quarta-feira (21), às 16h45, contra o União Corinthians-RS, também no Tijuca Tênis Clube.

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – BRB, TIM, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.