Libras

Notícias

Flamengo perde para o Quimsa na final da Champions League

Competição paralisada em março foi decidida na noite desta sexta-feira, em jogo único, no Uruguai

Por - em
O Flamengo perdeu a decisão da Champions League, competição que substituiu a extinta Liga das Américas, para o Quimsa (ARG), por 92 a 86. A equipe rubro-negra lutou até o fim e se revezou à frente do placar com o time argentino durante o duelo, mas o adversário abriu vantagem nos instantes finais e ficou com a taça.

A final foi decidida em jogo único, na noite desta sexta-feira (30), no Uruguai, um ano após a estreia do Flamengo no torneio, que foi paralisado por sete meses devido à pandemia da COVID-19.

Marquinhos foi o cestinha do Flamengo na Antel Arena, com 20 pontos. Franco Balbi liderou em rebotes (6) e assistências (5) na equipe rubro-negra. 

O jogo
A partida começou muito equilibrada mas, a partir dos cinco minutos do primeiro quarto, a bola do Flamengo parou de cair e o adversário aproveitou os espaços para abrir vantagem, fazendo Gustavo De Conti pedir tempo para ajustar a equipe. Nos três minutos finais do período, houve melhora do setor defensivo e o Rubro-Negro voltou a pontuar, com destaque para Chuzito. O quarto terminou em 27 a 19 para os argentinos. No segundo período, as bolas de três de Balbi e Hettsheimeir, além de uma defesa mais consistente, levaram o Flamengo a virar o jogo para 35 a 31, mas, nos minutos finais, o Quimsa voltou à frente do placar, que marcava 50 a 43 no fim do quarto. Na parcial, os comandados de Gustavinho ficaram à frente por um ponto (23-24).

A partida recomeçou truncada e os argentinos abriram maior vantagem, contando com grande momento de Simpson, mas duas lindas bolas de Marquinhos e cinco pontos de Hettsheimeir recolocaram o Flamengo na cola do adversário (58-56). Foi com um lance livre de Yago que o Mais Querido voltou à frente (58-59), faltando três minutos para o fim. Com Hettsheimeir e Mineiro, o Mengão abriu cinco pontos, enquanto a defesa cumpria muito bem seu papel. O Flamengo foi bastante superior no período e venceu a parcial (13-25). 

Logo nos primeiros instantes do último quarto, o Quimsa encaixou duas bolas de três e passou à frente, mas Marquinhos, logo em seguida, deixou a dele também, seguido por Balbi (71-75). A partida seguiu muito disputada e as equipes se revezaram liderando o marcador. Nos minutos finais, o Quimsa chegou a abrir oito pontos. O Flamengo lutou muito, encurtou a distância, mas os argentinos conseguiram manter a vantagem até o estouro do cronômetro e venceram a decisão.