Libras

Notícias

Flamengo vence o Niterói pelo Campeonato Carioca

Olivinha e Rafael Mineiro brilham, e Rubro-Negro não dá chance ao adversário na estreia

Por - em
Na noite deste sábado (31), o Flamengo venceu o Niterói por 93x54 e começou a temporada 2019/2020 em grande estilo. Liderando o marcador desde o início, o Mais Querido teve Olivinha (24 pontos) e Rafael Mineiro (18 pontos e 11 rebotes) como principais destaques. Os estreantes Leron Black e Léo Demetrio também contribuíram bastante na construção do resultado.

O JOGO

Defendendo bem no primeiro quarto, o FlaBasquete abriu logo vantagem com boas jogadas de Olivinha. O ala-pivô anotou 13 pontos consecutivos e fez o treinador do Niterói pedir tempo. No retorno, Leron Black e Léo Demetrio vieram do banco e dominaram o garrafão. Já no segundo período, foi a vez de Deryk aparecer com chutes de três. O camisa 9, inclusive, acertou uma linda cesta no estouro do cronômetro. À essa altura, Rafael Mineiro, eleito MVP do duelo, já fazia a diferença. Diante desse cenário, o Mais Querido foi para o intervalo ganhando por 51x28.

O terceiro período serviu para consolidar o triunfo. Logo nos primeiros minutos, uma chuva de bola de três fez com que a diferença chegasse na casa dos trinta pontos. Depois, foi só administrar. No quarto final, o time comandado por Gustavo de Conti aproveitou as oportunidades e fechou o embate em 93x54.

FALA, GUSTAVO DE CONTI

"Cumprimos nosso papel hoje e saímos com uma boa vitória, mas ainda estamos aquém do que podemos fazer na temporada. Trabalhamos muito fisicamente e pouco taticamente, porém, já deu pra perceber que seremos um time solidário, que passa bem a bola. Como estreia valeu, e eu espero que a gente faça um bom jogo contra o Botafogo na sexta."

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – BRB, TIM, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.