Libras

Notícias

Anjo da Guarda e CUIDAR juntos na formação do atleta cidadão

Rubro-negro investe no esporte como fator importante do desenvolvimento humano

Por - em
O Clube de Regatas do Flamengo tem em seu plantel na Gávea quase 800 atletas nos esportes olímpicos. De jovens da base a astros das Seleções Brasileiras de nove modalidades, o Mais Querido apoia os rubro-negros em diversas aspectos sociais, focando também na formação do cidadão. 

Lançado em 2013, o Anjo da Guarda capta recursos que são investidos em bolsa-auxílio para atletas, equipamentos, salário dos treinadores e comissão, entre outros. Com a Lei do Incentivo Federal e Estadual, o Comitê Brasileiro de Clubes, empresas parceiras e o próprio Anjo, o Flamengo investe recursos também no Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento de Atleta de Rendimento (CUIDAR), núcleo rubro-negro cujo objetivo principal é de aprimorar a interdisciplinaridade desportiva, unindo o treinamento de atletas com trabalhos de diversas áreas ligadas à ciência do esporte que, atuando em conjunto, possam complementar a formação integral de cada um. 

“O esporte é um importante fator de desenvolvimento humano e, nos esportes olímpicos, o CUIDAR focaliza um programa educacional de melhora de desempenho esportivo por meio da promoção da saúde plena do atleta, preservando sua integridade física e psicológica e desenvolvendo aspectos cognitivos, comportamentais e sociais, consequentemente, prolongando sua carreira como esportista, fortalecendo seu caráter como cidadão e preparando-o para a vida pós-carreira esportiva”, explicou Izabel Miranda, Gerente de Ciências do Esporte do Flamengo. 

Hoje, o CUIDAR é o único acesso à prevenção e check-ups, através de atendimento médico, psicológico, fisioterápico, nutricional e massoterapêutico, para os mais de 60% de atletas que não possuem plano de saúde. Estudos realizados pelo clube mostraram também que, dentre os jovens das categorias de base, aproximadamente 45% moram em áreas consideradas de risco ou vulnerabilidade. 
 
Através do CUIDAR, os atletas entram em contato com outras possíveis áreas de atuação, pois o clube visa trabalhar a carreira do atleta não apenas durante seu período de atividade, mas também depois, ajudando na inserção no mercado de trabalho e dando mais opções em cadeiras que podem sair totalmente do seu mundo como competidor. Os rubro-negros acabam passando mais tempo na sede, investindo na formação e desenvolvendo relações com atletas de outras modalidades. O Flamengo concede ainda mais de 80 bolsas de estudos e de inglês para os rubro-negros da base.
 
Frequentemente, o CUIDAR realiza palestras e treinamentos para atletas, pais e profissionais, buscando capacitá-los em assuntos adjacentes ao esporte, como a conciliação de estudos e treinos, doping, educação financeira, entre outros assuntos abordados, assim como temas específicos das áreas de treinamento, como fisioterapia, medicina, psicologia e nutrição esportiva. É o Flamengo investindo no indivíduo como um todo, se preocupando com a formação do atleta e do cidadão.