Libras

Notícias

Atletas do vôlei iniciam pré-temporada com bateria de avaliações do CUIDAR

Exames são realizados no próprio centro rubro-negro e em instituições parceiras

Por - em
Começou a pré-temporada do vôlei rubro-negro! As atletas que disputarão a Superliga 2019/20 se apresentaram na última segunda-feira (01) e iniciaram os trabalhos com uma bateria de avaliações capitaneadas pelo Centro Unificado de Identificação e Desenvolvimento do Atleta de Rendimento (CUIDAR). Os exames são realizados pelo próprio núcleo e através de parceiros.

Ao longo da semana, as atletas do Mais Querido foram submetidas a exames de sangue, ecocardiogramas, avaliações odontológicas, oftalmológicas, médicas e fisioterápicas. O laboratório Hermes Pardini, o Instituto de Oftalmologia do Rio de Janeiro (IORJ) e a Odontofitness foram responsáveis pelos procedimentos, além do Dr. Claudio Cardone, Coordenador Médico do CUIDAR; do Dr. Bruno Fonseca e do fisioterapeuta José Maria de Sá Freire, profissionais do núcleo rubro-negro.

As jogadoras foram ainda as estreantes do teste ergométrico, inaugurado nesta sexta-feira (05) na sede da Gávea. Os equipamentos de última linha foram doados pelo Comitê Olímpico Americano e pela Associação Olímpica Britânica. Segundo Izabel Miranda, Gerente de Ciências do Esporte, “este é mais um serviço prestado aos atletas, mas que demonstra a evolução dos procedimentos internos com relação ao cuidado com a saúde”. 

O Dr. Bruno Fonseca, responsável pela aplicação do teste nas atletas rubro-negras, falou sobre a importância do exame. 

“O teste ergométrico ajuda na avaliação cardiológica, ou seja, os parâmetros ligados ao coração. Tanto a frequência cardíaca quanto a alteração no eletrocardiograma são importantes para podermos monitorar, diagnosticar e medicar, se for o caso de acontecer alguma patologia”, explicou o médico. 

A metodologia da Ubrain de testes cognitivos para concussão cerebral, introduzida em 2019 pelo CUIDAR, também foi aplicada às atletas do vôlei rubro-negro. Nos dias 15, 16 e 17 de julho, a equipe passará ainda por avaliações no Comitê Olímpico Brasileiro.