Libras

Notícias

Flamengo eSports batalha até o fim, mas perde para KaBuM no CBLoL

Rubro-negros levaram a partida até o quinto jogo e brigaram até o último combate

Por - em
Uma longa e disputada batalha foi travada na grande decisão do Campeonato Brasileiro de League of Legends. A partida entre Flamengo eSports e KaBuM!, disputada neste sábado (8), em Porto Alegre, foi de muita emoção, briga e grandes momentos até o fim. Mesmo buscando cada abate, torre e vitória, o Mais Querido acabou derrotado por 3 a 2 e ficou na segunda colocação da competição.

Em seu primeiro ano com uma equipe de esportes eletrônicos, o Fla quase levou a taça da principal competição do país. Vencendo o primeiro game, o Rubro-Negro acabou perdendo os dois seguintes, mas se recuperou e levou para o quinto. Em confronto acirrado, a KaBuM acabou conquistando o território e finalizou a partida, levando o título do segundo split.

O jogo

O primeiro game tinha tudo para ser nervoso desde o início. Com as equipes se estudando bastante, o primeiro first blood foi rubro-negro. Jisu se escondeu e conseguiu surpreender o adversário. Com a ótima chegada de Shrimp, o Flamengo apareceu bem e abriu o placar. Fazendo ótimas batalhas na rota inferior e colecionando abates com Jisu, brTT e Goku, o Mais Querido conseguiu abrir 5 a 0 em poucos minutos.

Tentando avançar nas rotas para garantir a vitória rápida, não demorou muito até que as três primeiras torres e o Arauto fossem derrubados. Ditando o ritmo da partida, o time da Gávea errou apenas uma vez na partida inteira. Em importante teamfight, a KaBuM conseguiu contra-atacar e abateu Goku, brTT e Shrimp, levando uma torre. Entretanto, o Flamengo reagiu, levou o dragão do oceano, fez uma belíssima conquista de Barão e foi com tudo para finalizar o jogo, abater mais adversários e abrir o 1 a 0 na decisão.

O segundo game começou novamente estudado, mas quem veio melhor foi o adversário. brTT e esA começaram a pressionar Titan e Riyev, mas a batalha acabou com um abate de cada lado. Depois deste duelo, alguns erros rubro-negros começaram a pesar e foram aproveitados pela KaBuM, que sabia que precisava da vitória. Então, eles passaram a fazer um jogo mais agressivo, complicando os objetivos do Flamengo. Mesmo com grandes brigas de grupo, o Mais Querido não conseguiu impedir o GG e o 1 a 1 no placar.

O terceiro confronto foi igualmente difícil. Mesmo conquistando dragões e alguns abates, o Flamengo acabou perdendo espaço no mapa, torres importantes e sofrendo kills em duelos de equipe e individuais. Sem desistir, o Mais Querido começou a derrubar torres adversárias e iniciou a briga pelo Barão. Na tentativa da KaBuM de derrubar o inibidor, o Fla fez uma defesa gigante, brTT conquistou uma triple kill e conseguiu voltar para a partida. Entretanto, o Mengo encontrou dificuldades para segurar as batalhas, sofrendo muitos danos, perdendo outro Barão e a partida, vendo a equipe laranja e preta abrir 2 a 1.

Era tudo ou nada. Uma vitória para seguir vivo ou a derrota e o fim da partida. Assim, o Flamengo foi com tudo para o quarto jogo e mostrou para a KaBuM que ela teria muitos problemas para derrotá-los. Mesmo iniciando a partida derrubando mais torres, a equipe adversária perdeu muito nos duelos, sofrendo com uma grande quantidade de abates. Desta forma, o Mengo conseguiu acumular dragões, colecionou danos e foi pressionando cada vez mais. Com boas entradas de Jisu na rota superior, presença fundamental de Shrimp e ótimas teamfights, o Mais Querido conseguiu voltar para o jogo, levou o Barão e destruiu o jogo da KaBuM, finalizando o jogo com uma vibração gigante da torcida em Porto Alegre. O 2 a 2 no placar informava o que muitos já esperavam: quinto jogo e a final mais disputada do CBLoL.

Na última partida, o Fla conseguiu bom desempenho e o jogo ficou extremamente disputado. Desta forma, não demorou muito até que as equipes começassem a duelar e a derrubar torres em busca de mais espaço nas rotas. Melhor na estratégia adotada, a KaBuM soube administrar os recursos e, mesmo com a força coletiva rubro-negra, derrotou o Mengo e fechou o 3 a 2.