Libras

Notícias

Clipp 11/julho

Noticiário do Flamengo na midia

Por - em

O Globo

Numa despedida emocionada, Renato dá um 'até breve' ao Fla

Ney lamenta não ter 11 como ele e elege o substituto: Renato Augusto

Legenda da foto: RENATO, COM cara de choro, dá seus últimos autógrafos na Gávea, antes de se desligar do Flamengo

Márcio Tavares

Não foi exatamente um adeus. No "até breve", em sua emocionada despedida do Flamengo, em troca dos petrodólares do Al Al-Nasr, Renato deixou clara sua paixão pelo rubro-negro e também as portas da Gávea abertas para um eventual retorno dos Emirados Árabes, onde deve ficar por dez meses. Aos 29 anos, o meia, que foi contratado em abril de 2005 e rapidamente se tornou ídolo da torcida, por sua determinação e por seus gols (46), parecia misturar sentimentos na despedida.

Quando o chororô começou, exatamente na saudação de adeus feita pelo vice-presidente de futebol Kleber Leite, fã número 1 de Renato, o jogador já estava com os olhos vermelhos. Um pouco mais contido que Kleber, que saiu rapidamente, deixando para Renato a tarefa de segurar a emoção e se despedir:

- Quero deixar bem claro que isso não é um adeus e sim um até breve. Estou aqui emocionado, quase em lágrimas. Estou feliz pelo reconhecimento da torcida. Tive uma identificação muito forte com o Flamengo. Aqui passei a melhor fase da minha carreira. Não sou mercenário. Só quero me sentir bem onde eu for jogar e dar tranqüilidade à minha família - disse Renato.

Jogador de temperamento forte, várias vezes Renato provocou polêmica, e também brigas, por causa de reclamações destemperadas. Num rápido, mas sempre emocionado retrospecto, ele concluiu que em suas três temporadas na Gávea teve mais momentos positivos do que negativos.

- Tive sucesso, alguns erros, algumas confusões, mas aprendi muito aqui. Ganhei três títulos, com seis ou sete técnicos sempre fui titular e fui substituído só uma vez. Só posso agradecer a essa torcida, que xinga, briga, mas se emociona e joga junto com a gente - disse o jogador.

Pouco antes de assinar sua rescisão contratual com o rubro-negro, a última prova da identificação do meia com a torcida. Renato não conseguiu segurar as lágrimas ao assinar autógrafos para um pequeno grupo de torcedores, alguns deles pedindo que ficasse.

Para o técnico Ney Franco, ficou a missão de encontrar no elenco um substituto para o meia. Na visão do treinador, quem mais se aproxima do perfil do jogador que está saindo é o xará Renato Augusto.

- Acho que o Renato Augusto tem condições de exercer a função e a liderança que o Renato Abreu exercia.

Durante suas observações sobre o desfalque, Ney Franco inconscientemente deu uma alfinetada nos comandados:

- Se tivéssemos 11 Renatos em campo, seríamos um time praticamente invencível. Além da liderança, ele é completo taticamente. Jogou de meia, volante, ala esquerdo, atacante. É sempre bom ter no elenco jogadores com qualidade técnica e ao mesmo tempo versatilidade - disse Ney.

Jornal dos Sports

Renato vai, Obina volta

Apoiador, contratado pelo Al-Nasr, se despede do clube e atacante está pronto para jogar

Leo Schabbach e Thiago Bokel

O grande ídolo — O atacante Obina treina com empenho na Gávea para voltar a campo dia 19, contra o Paraná

Dez de julho de 2007, um dia de momentos distintos na Gávea. Enquanto à beira do gramado o clima era de tristeza pela despedida do capitão e ídolo Renato, dentro de campo os jogadores viveram a alegria do retorno do xodó Obina. O atacante está confirmado para o jogo do dia 19, contra o Paraná, no Parque do Sabiá. Ele voltará como a grande esperança rubro-negra neste Campeonato Brasileiro e ainda alivia o duro golpe sofrido pelo clube com a saída do seu capitão para o Al-Nasr, dos Emirados Árabes.

E a volta de Obina realmente mexeu com os companheiros, que, apesar de terem sentido a saída de Renato, realizaram um dos treinos mais animados desde que o clube entrou na zona de rebaixamento. O retorno do atacante, em tempo surpreendente, como já revelaram os médicos, vem em boa hora, deixa a equipe mais motivada e menos carente em relação à perda de Renato. O apoiador é, atualmente, o artilheiro do Flamengo na temporada, ao marcar 13 gols.

Embora esteja deixando a Gávea depois de pouco mais de dois anos, o apoiador reafirmou, ontem, o seu amor pelo Rubro-Negro e agradeceu o carinho de dirigentes, jogadores e comissão técnica.

"É um momento de muita tristeza, mas é apenas um até breve. Aqui eu passei os melhores momentos da minha carreira e só tenho a agradecer à diretoria, aos jogadores, que foram minha segunda família, e à comissão técnica. Espero retornar um dia.", disse o jogador, claramente abatido.

Depois, Renato ainda explicou que, apesar da vontade de continuar no Flamengo, era o momento de sair, pois a sua idade é considerada avançada e ele precisa garantir a estabilidade financeira.

"Tive dúvida em alguns momentos, mas não posso deixar a oportunidade passar mais de uma vez, porque senão você perde. Tenho 29 anos e preciso pensar no futuro da minha família", afirmou.

Apesar de perder um jogador muito importante, o Flamengo não sairá de mãos vazias, já que a transferência de Renato renderá R$ 2 milhões ao clube, dinheiro que poderá ser utilizado para contratar outros reforços.

Técnico do Sporting Braga quer Ibson

E mais um clube entrou na briga pelo apoiador Ibson. Segundo o jornal português "Record", o Sporting Braga estaria interessado no jogador. O clube é comandado pelo técnico Jorge Costa, que chegou a trabalhar com Ibson no Porto e aprecia muito o futebol do apoiador. O português gostaria de contar na próxima temporada com o jovem jogador, revelado no Rubro-Negro.

Embora nenhuma proposta oficial tenha chegado a Ibson até o momento, um possível interesse do Sporting poderia criar um impasse entre o apoiador e o Porto. O clube, detentor dos seus direitos, é que realmente pode decidir o seu destino. Ibson, porém, luta para fazer prevalecer a sua vontade de voltar à Gávea. Segundo palavras de seu pai, Laís Silva, o jogador estaria disposto a abdicar de qualquer vantagem financeira para retornar ao Flamengo.

"Pode escrever aí. Ibson não está interessado em vantagem financeira. Ele quer ir para o Flamengo. Agora que Renato saiu e que Renato Augusto está na Seleção, ele quer voltar mesmo. Afinal, meu filho é rubro-negro e sofre muito com a situação do Flamengo no Brasileiro", afirmou.

Hoje, uma reunião entre o Porto, o procurador Eduardo Uram e Ibson definirá o futuro do jogador.

Despedida de Renato provoca comoção na Gávea

Úrsula Nery/JS

Adeus — Renato distribui autógrafos na Gávea e se despede da torcida. O capitão diz ser apenas um até breve

Empenhado em honrar a camisa do Flamengo desde o primeiro dia em que chegou ao clube, em abril de 2005, o apoiador Renato começa a deixar saudade na comissão técnica, diretoria e torcida. O vice de futebol Kleber Leite, abalado com a saída do jogador, procurou mostrar a importância da passagem de Renato no Rubro-Negro.

"Foi uma situação irreversível. Nós sentiremos a falta dele. É uma pessoa querida, mas sabemos que é para o bem dele. Renato honrou como poucos a nossa camisa e me arrisco a dizer que, se tivéssemos em campo 11 jogadores como ele, seríamos quase imbatíveis", derreteu-se o dirigente.

Outro que exaltou as qualidades do seu antigo capitão foi o técnico Ney Franco, que considerava o apoiador a sua voz de comando em campo. Agora, ele terá a missão de encontrar um substituto no grupo para cumprir o papel do seu homem de confiança.

"Renato foi um dos atletas mais completos taticamente com quem já trabalhei. Atuou em várias funções e sempre correspondeu. É um jogador que nos proporcionava durante a partida a oportunidade de mudar o esquema sem fazer substituições. Espero conseguir achar entre os jogadores algum substituto à altura", disse o treinador.

Em pouco mais de dois anos com a camisa rubro-negra, Renato marcou 46 gols em 130 jogos. Foi substituído apenas uma vez em toda a sua passagem pelo clube, na partida contra o América, pelo Campeonato Carioca deste ano. Ele deve embarcar para os Emirados Árabes até a próxima semana, onde se apresentará ao novo clube, o Al Nasr. O contrato de Renato terá a duração de dez meses.

Flamengo faz jogo-treino contra o Olaria

O Flamengo vai ficar sem jogar pelo Campeonato Brasileiro até o dia 19 de julho, quando enfrenta o Paraná. Para não perder o ritmo de jogo a diretoria do Flamengo resolveu fazer um jogo-treino contra o Olaria, às 10h, no CT de Vargem Grande.

O Rubro-Negro tem oito pontos em oito jogos. Foi apenas uma vitória, cinco empates e duas derrotas.

O Dia

Renato: "Hoje em dia só jogaria pelo Flamengo"

Apoiador desligou-se oficialmente do clube, mas promete voltar

Rio - Nesta terça-feira, na Gávea, o apoiador Renato desligou e despediu-se oficialmente do Flamengo. Ele acertou a sua transferência para o Al-Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, e ficará por lá durante dez meses. No seu discurso quase emocionado, Renato fez questão de afirmar que logo estará de volta e, acima de tudo, disse que hoje em dia só defenderia o Rubro-Negro.

"Me identifiquei muito com a torcida, foram as três melhores temporadas da minha carreira e fica até complicado falar em despedida, pois podemos cair em lágrimas. Certamente não será um adeus, mas sim um até breve. Hoje em dia, realmente só jogaria pelo Flamengo", disse Renato, que teve suas palavras reforçadas pelo vice de futebol do clube, Kléber Leite.

"Estou colocando a nossa tristeza pela saída do Renato. Era uma situação muito complicada e, de certa maneira, até ficamos um pouco satisfeitos em ver uma pessoa que amamos muito conseguir sucesso profissional. Espero que ele vá para a sua aventura no exterior, tenha êxito, mas acabe logo para voltar", destacou o dirigente.

Gazeta Esportiva

Bruno confirma renovação e quer recuperar titularidade\ Gazeta Press\

Rio de Janeiro (RJ) - Em meio a notícia de que o meia Renato deixou o Flamengo, veio a confirmação da renovação de contrato por três meses do goleiro Bruno. Aliviado com a definição, o jogador não se mostrou preocupado com a cláusula que prevê a sua liberação imediata em caso de uma proposta do exterior.\ “Até que enfim chegamos ao fim desta novela com um final feliz e valeu a luta para poder permanecer no Flamengo. Lutei para ficar e consegui. Não tenho mais que pensar em sair do Flamengo e sim em ficar e ajudar o time a conquistar os pontos necessários para deixarmos a zona de rebaixamento”, declarou o atleta.\

Nem mesmo a possibilidade de sair antes dos três meses tira a tranqüilidade de Bruno. “O fato de já estar com um contrato em vigor dá uma tranqüilidade, pois sem compromisso nenhum o atleta fica abalado, triste e com seu rendimento abalado. Existe um contrato de três meses, mas que prevê a renovação automática até o fim do ano e isso me deixa calmo”, explicou Bruno.

A tendência é o jogador ter a sua documentação regularizada para poder ser escalado contra o Paraná Clube, no dia 19 de julho, em Uberlândia (MG). No entanto, ele tem consciência de que vai ter que disputar posição com Diego. “Isso agora é comigo e terei que provar que posso recuperar a posição. O Diego provou que pode muito bem ser escalado quando a comissão técnica desejar, mas, apesar de respeitá-lo bastante, quero muito ocupar novamente a camisa um e vou lutar por isso”, avisou.

Ainda nesta manhã de terça-feira o goleiro Marcelo Lomba desmaiou durante o treino e foi atendido pelo médico Walter Martins, que tranqüilizou a todos dizendo que o episódio aconteceu porque o atleta não tinha se alimentado de forma adequada. O médico também confirmou que o lateral-direito Leonardo Moura, com estiramento grau 1 na coxa direita, pode ser liberado para defender o Paraná, mas para isso terá que mostrar uma evolução nos trabalhos da semana. Assim como nesta terça, o elenco vai trabalhar em tempo integral na quarta-feira, com treino físico pela manhã e trabalho tático na parte da tarde.

Renato deixa o Fla, mas Kléber Leite promete um substituto\ Gazeta Press\

Rio de Janeiro (RJ) - A manhã de terça-feira foi de boas e más notícias para o torcedor do Flamengo. No mesmo dia em que foi anunciada a renovação de contrato do goleiro Bruno por três meses, o vice-presidente de futebol do Rubro-negro, Kléber Leite, confirmou que o meia Renato Abreu deixou a Gávea e se transferiu para o Al-Nasr, dos Emirados Árabes Unidos.\ “O Renato é um jogador de trinta anos e que precisava fazer a sua independência financeira. Tentamos mantê-lo no Flamengo até o fim do ano, mas seu novo clube não quis aceitar essa situação e infelizmente ele vai embora. Mas deixa as portas abertas para um dia voltar, pois sempre se comportou de forma digna e nos ajudou muito com seu bom futebol. Espero que ele seja feliz”, analisou o dirigente.\

O time carioca vai receber US$ 1,15 milhão (cerca de R$ 2 milhões) pela saída do jogador e o dinheiro será usado na contratação de um substituto, tema também abordado por Kléber Leite. “Podem apostar que o Flamengo vai contratar um substituto para a vaga de Renato, pois um saco de dinheiro não entra em campo e faz gol. Nos próximos dias vocês terão novidades neste aspecto”, revelou.

Um nome que está cotado para substituir Renato é o de Ibson, jogador revelado nas categorias de base do Flamengo e que atualmente tem vínculo com o Porto, mas confirmou que pretende deixar o clube português.

O atleta não vem sendo aproveitado pelo técnico Jesualdo Ferreira. “Tenho contrato até 2009, mas o treinador já disse que não conta comigo no grupo e respeito a decisão dele. Não sou eu que quero sair do Porto, apenas não encaixo nas opções dele. Vou ficar à espera do meu empresário, que chega quarta, para junto com ele decidir o meu futuro. O Flamengo é um clube onde fui muito feliz e estou grato por saber que existe essa proposta”, afirmou.

PeléNet

No 'até breve', Renato agradece Fla pelos 'melhores anos'\ Marcelo Ferreira\ No Rio de Janeiro\ O meia Renato está deixando o Flamengo para integrar o elenco do Al Nassr, dos Emirados Árabes. Na sua despedida, o jogador disse que vai sentir saudade dos três anos em que passou no time rubro-negro e agradeceu a todos no clube. Ele chorou na hora de dar autógrafos aos torcedores presentes na Gávea.\

"Fiz as melhores três temporadas da minha carreira aqui. Só tenho a agradecer à diretoria, aos jogadores e à comissão técnica pelo reconhecimento. Eu me identifiquei muito com o clube e com a torcida. Espero retornar. Isso não é uma despedida, mas um até breve", afirmou o atleta.

Renato elogiou muito a torcida do Flamengo e disse que sentirá falta do carinho dos rubro-negros. "Eles cobram muito, xingam, mas sempre jogam junto. Com certeza isso vai deixar saudade", disse o meia, que completou: "Não foram só os títulos [Copa do Brasil 2006 e Estadual 2007] que conquistei aqui, mas o reconhecimento. Fui titular com todos os treinadores e substituído só uma vez".

O técnico Ney Franco lamentou a saída do meia e comentou sua importância para o time do Flamengo. Segundo ele, Renato é um dos atletas mais polivalentes que já estiveram sob seu comando.

"Taticamente, ele era muito importante. Era fundamental também nas bolas paradas. É um dos jogadores mais completos com quem já trabalhei. Versátil e que me dava muitas opções", disse o treinador.

Léo Medeiros se candidata a cobrador oficial de faltas do Fla

A confirmação da saída do meio-campista Renato, na terça-feira, além de ter tirado o capitão da equipe, fez o Flamengo perder uma de suas principais armas de ataque das últimas temporadas, os gols de falta. Contudo, um jogador já se apresenta para ocupar a vaga de cobrador oficial do clube - Léo Medeiros.

"Estou sempre treinando, agora com ainda mais responsabilidade. Vou me aprimorar para poder suprir a ausência dele [Renato]", comentou o meio-campista, que foi escalado pelo técnico Ney Franco como titular nos últimos três jogos do time no Campeonato Brasileiro, contra Internacional-RS, Atlético-MG e São Paulo.

Léo Medeiros já marcou dois gols em 2007, ambos de falta, no Estadual do Rio, quando o Flamengo se dividia entre a disputa desta competição (mandando a campo, durante o segundo turno, uma equipe reserva) e da Copa Libertadores. Ele assinalou contra Volta Redonda e Friburguense.

O volante está longe de alcançar seu ex-companheiro na artilharia do clube este ano - são 13 gols -, mas no quesito em questão, estão bem próximos, pois Renato balançou as redes adversárias três vezes na temporada desta maneira - diante de Madureira-RJ, América-RJ (os dois jogos pelo campeonato fluminense) e Defensor-URU (pela Libertadores).

Léo Medeiros explicou as diferenças entre sua maneira de executar as cobranças de falta e a do meia que se transferiu para o Al-Nassr, dos Emirados Árabes: "Ele é um jogador que bate geralmente de longa e média distância, acertando a bola com força e direção. A minha característica é bater quando a falta é mais próxima ao gol".

Ney Franco já começa a pensar no Flamengo sem Renato\ Marcelo Ferreira\ No Rio de Janeiro\ Depois de ser confirmada oficialmente a saída do meio-campista Renato, que deixou o Flamengo rumo ao Al-Nassr, dos Emirados Árabes, o técnico Ney Franco já começou a pensar no seu provável substituto na armação das jogadas ofensivas do time rubro-negro carioca.\

"Vamos aguardar o retorno do Renato Augusto, que está com a seleção, pois ele já fez diversas vezes esta função de meia de ligação. Temos o Léo Lima, que pode ser utilizado na posição. Não tem ninguém com as características do Renato em nosso elenco, mas vamos dar seqüência ao nosso trabalho", afirmou Ney Franco.

Renato esteve nesta terça-feira na Gávea, onde se despediu dos ex-companheiros e concedeu uma entrevista coletiva. Questionado sobre quem seria o seu substituto na equipe titular do Flamengo, o atleta preferiu deixar a dúvida para o técnico Ney Franco.

"Todos podem ser o camisa 11 do Flamengo, não sei quem será o escolhido pelo Ney Franco. Basta trabalhar corretamente como eu fiz quando estive no clube que terá sucesso e será reconhecido", disse Renato.

Enquanto não escolhe o novo substituto do meio-campista, o técnico Ney Franco segue preparando a equipe para o próximo compromisso no Campeonato Brasileiro, contra o Paraná Clube, no próximo dia 19, em Uberlândia-MG. O clube da Gávea é o 18º colocado na competição e está na zona de rebaixamento.

GloboEsporte

Chorando, Renato dá até breve

Jogador deixa Flamengo prometendo voltar: 'Peço desculpas aos torcedores'\ Eduardo Peixoto\

GLOBOESPORTE.COM\ Renato chora na despedida do Flamengo. Ele vai para o Al-Nasr\

O ato final de Renato no Flamengo teve tom de tristeza. A camisa era vermelha, mas não mais com o escudo o CRF bordado no peito. O olho esquerdo estava inchado por causa de uma pancada no último jogo. Mas se fosse de tanto chorar, não seria surpresa.

Assim que chegou para dar entrevista, o apoiador recebeu um abraço e palavras elogiosas de Kléber Leite. O vice-presidente de futebol fez questão de agradecê-lo e desejar boa sorte no Al-Nasr, dos Emirados Árabes.

- Não havia outra alternativa. Temos só que dizer muito obrigado por tudo o que ele fez aqui. Poucos honraram essa camisa como ele - diz o dirigente, que deixou a entrevista quando os olhos se encheram de lágrimas.

Ao lado, Renato começou a desmontar. O olhar perdido logo transformou-se em um pedido de pausa para respirar. As lágrimas escorreram e as palavras carinhosas demoraram um pouco para sair.

- É um até breve. Só tenho a agradecer por tudo o que passei aqui no Flamengo. Vou sentir saudade de tudo aqui. Essa torcida sempre me emocionou.

Ao lado de onde dava entrevistas, torcedores de diversas partes do país gritavam para ele ficar. Quando foi dar autógrafos, Renato fez uma reclamação.

- Poxa, vocês estão me fazendo chorar de novo.

O jogador embarca para Dubai na próxima segunda-feira e, a princípio, assina contrato por dez meses. Ele justificou a sofrida decisão de abandonar o clube onde era ídolo.

- Peço desculpas àqueles que não entenderam minha atitude. Em alguns momentos, relutei. Mas o cavalo passa uma, duas vezes. Pode não passar a terceira. Eu tenho 29 anos e preciso de uma reserva de dinheiro para minha família - explica.

Sem seu capitão, o Flamengo pode "comemorar" pelo menos os R$ 2 milhões a que terá direito pela multa rescisória.

Bruno festeja fim da novela

Goleiro do Fla diz que sofreu com demora na renovação de contrato\ A novela da renovação do contrato do goleiro Bruno finalmente chegou ao fim. O jogador permanecerá no Flamengo por mais três meses. Aliviado com o desfecho das negociações, Bruno contou sobre os dias que antecederam sua permanência na Gávea.\

- Foram 20 dias em que eu busquei ficar calado. Sofri junto com a minha família, que foi muito importante nesse período. Deixei claro para todos que gostaria de permanecer, ainda bem que me escutaram e ficarei por mais três meses - diz o jogador rubro-negro.

No entanto, o goleiro ainda não foi regularizado na CBF. De acordo com o vice de futebol do Fla, Kléber Leite, a documentação ficará "ok" nesta quarta.

Lance

Kleber Leite se emociona ao falar de Renato

Dirigente quase chora no final da entrevista, ao abraçar o jogador

Kleber deseja sucesso a Renato (Crédito: Arquivo)

LANCEPRESS!\ Na despedida de Renato do Flamengo, o vice de futebol Kleber Leite elogiou e agradeceu a postura do jogador durante todo o tempo em que vestiu a camisa rubro-negra e disse que ele honrou a camisa como poucos. Visivelmente emocionado, Kleber Leite quase chorou ao falar do apoiador.\

- Quando é alguém que a gente ama, acabamos torcendo pelo sucesso dela. Mas a gente fica triste por ele ir embora. A vida é feita de mão e contramão - disse.

Kleber ainda falou da importância do jogador no time e que espera que ele volte logo ao Flamengo.

Ney acredita na virada do Flamengo\ LANCEPRESS!\

O técnico do Flamengo, Ney Franco, comentou a atual fase do seu time dentro do Campeonato Brasileiro, no qual se encontra na zona de rebaixamento. Para o treinador, o período de duas rodadas sem jogar prejudicou o elenco na tabela.

Renato: 'É um até breve, pois espero retornar'

Jogador agradece os três anos em que esteve no Flamengo e diz que volta\ LANCEPRESS!\

De saída para o futebol árabe, onde vai jogar pelo Al Nasr, Renato esteve nesta terça-feira na Gávea para se despedir dos companheiros e deu sua última entrevista como jogador do Flamengo. O apoiador se emocionou ao falar do clube que defendeu por três anos e chorou.

- Estou feliz pelas três temporadas que tive aqui e por tudo que vivi aqui. Mesmo as confusões e os erros que cometemos. Só tenho a agradecer por tudo que vivi aqui - afirmou.

Perguntado se no Brasil só jogaria no Flamengo quando voltasse da Arábia Saudita, o jogador foi enfático.

- Hoje, só jogaria aqui. Fui criado assim, com torcida povão, que briga e xinga - afirmou o jogador, que ainda deixou um recado para os torcedores rubro-negros.

- É um até breve. Estou indo, mas espero retornar - afirmou.

Paulinho: 'Se proposta for boa, posso pensar'

Jogador de 31 anos diz que está focado no Flamengo, mas se receber boa proposta, pode sair\ LANCEPRESS!\

Um dos jogadores que podem sair do Flamengo é Paulinho, que está na mira de um clube de Israel. O vice de futebol Kleber Leite disse que não recebeu proposta, mas há informações que dão como certa a saída do volante. Enquanto espera a definição do seu futuro, Paulinho só quer pensar no Flamengo.

- Tenho 31 anos e estou feliz aqui, mas se for uma proposta boa, eu tenho que pensar, mas estou focado no Flamengo. O Eduardo Uram vai fazer o melhor - afirmou.

O volante já jogou no exterior em 2002 e sair novamente não seria problema.

- Tive uma experiencia no Qatar em um time da segunda divisão e subi para a primeira. Foi uma experiência de tristeza e alegria - completou.

Maxi é operado e não treina no Flamengo

Argentino tirou um cisto e ainda não conheceu companheiros

Maxi retirou um cisto do lado esquerdo do rosto (Crédito: Ricardo Cassiano)

Rodrigo Mandarini

O atacante argentino Maxi Biancucchi foi operado na manhã desta terça-feira, em um hospital da Zona Norte do Rio, para a retirada de um cisto sebáceo próximo ao pescoço. A cirurgia foi realizada pelo médico Augusto César, responsável pelas intervenções deste tipo nos jogadores rubro-negros.

- O cisto poderia interferir na articulação dele. Além disso, tinha a questão estética - explicou o médico do Flamengo, Walter Martins.

Maxi treinaria nesta terça-feira pela primeira vez com os companheiros, conforme divulgado na semana passada. Porém, devido à cirurgia, o jogador só fará seu primeiro treino com os outros jogadores na próxima segunda, quando será liberado pelos médicos. O argentino receberá alta nesta quarta-feira.