Libras

Notícias

Papo de Rubro-Negro é sucesso na noite dessa quarta

Atletas olímpicos foram os homenageados da terceira edição do Papo de Rubro-Negro

Por - em

A noite foi de animação, tributos e honrarias na loja oficial da Olympikus, a Fla Concept, na sede do Flamengo, na Gávea. Atletas renomados do passado e da atualidade foram os grandes destaques da terceira edição do Papo de Rubro-Negro, evento promovido pelo Museu Flamengo, que presenteou os homenageados com a medalha "Memória Olímpica".

\

Ídolos que fizeram e fazem parte da história do Clube de Regatas do Flamengo lotaram as dependências da loja e o clima de alegria e descontração se misturou ao de nostalgia, já que foi inevitável recordar os melhores momentos de suas respectivas carreiras esportivas.

\

O encontro de gerações também marcou a noite do Papo de Rubro-Negro. O campeão mundial e olímpico Cesar Cielo fez questão de comparecer e conhecer um pouco mais sobre a ilustre carreira de alguns precursores da natação, como Alfredo Machado, o Fadola, um dos mais aplaudidos pelos presentes. "Muito bacana resgatar essa memória olímpica. Começa a esquentar as turbinas do Museu", exclamou o homenageado. Outro momento que ficou registrado foi a entrega da medalha para Maria Elisa Guimarães, recebida pelas mãos da presidente Patricia Amorim.

\

"Eu só cheguei aqui por sua causa. Me espelhei e me objetivei vendo você treinar. Eu era pequena e você foi o meu maior exemplo, minha "ídola" máxima", revelou a mandatária rubro-negra ao entregar a medalha "Memória Olímpica".

\

Caso semelhante ocorreu com o remo, que homenageou e reuniu diferentes gerações, como as gêmeas Cláudia e Katia Alencar, Wandir Kuntze e a atual campeã mundial, Fabiana Beltrame.

\

O judô não poderia ficar de fora e foi representado por dois pesos-pesados, campeões pan-americanos: Frederico Flexa e  João Gabriel Schlittler. "Isso é uma família. Comecei aqui e espero encerrar minha carreira defendendo as cores do Flamengo que sempre foi a minha casa", disse o judoca. Rosicléia Campos, atual técnica da seleção brasileira feminina de judô, não pôde comparecer e foi representada por sua mãe, que se emocionou durante o discurso de agradecimento.

\

Uma das modalidades que também agitou a noite foi a ginástica artística, representada por Luisa Parente, bicampeã pan-americana e a primeira ginasta brasileira a participar de duas olimpíadas. "É uma honra e uma alegria muito grande estar aqui hoje, reencontrando todas as gerações. Faço questão de dizer que sempre fui do mesmo clube", revelou Luisa que foi acompanhada do marido, o jogador de basquete Alexey e da filha, Manuela.

\

O basquete e o vôlei também foram lembrados com a presença de Jackie Silva, a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha de ouro em uma Olimpíada. In memorian, Zenny de Azevedo, o Algodão foi um dos citados no basquete.  

\

Na noite dessa quarta-feira foram contemplados os seguintes heróis da história rubro-negra: Angelina Bizarro (basquete), Cláudia Alencar (remo), Christiane Fanzeres (águas abertas), Doranita (poli-atleta), Erica Lopes (atletismo), Érika McDavid (nado sincronizado), Fadola (natação), Fernando Carsalade (polo aquático), Frederico Flexa (judô), George Ferreira da Costa (remo), Ingborg Frick (poli-atleta), Jackie Silva (vôlei), Kátia Alencar (remo), Letícia Furtado (polo aquático), Luisa Parente (ginástica artística), Marco Monteiro (ginástica artística), Maria Elisa Guimarães (natação), Rosicleia Campos (judô) e Wandir Kuntze (remo).

\

Além destes grandes nomes, foram lembrados também os feitos de John O’Shea (vôlei), José Mario M. Guimarães (hipismo) e José Telles da Conceição (atletismo).