Libras

Notícias

Calendário apertado e desgastante fará base rodar todo o elenco

Maratona de jogos ocasionada pela pandemia da COVID-19 obrigará Mauricio Souza e Ramon Lima a utilizarem elencos Sub-18 e Sub-16 durante a temporada

Por - em
Além de mudar a vida da população mundial e estabelecer um “novo normal” ao redor do planeta, a pandemia do novo coronavírus afetou também o calendário esportivo. Dentro desse contexto, o futebol de base rubro-negro foi diretamente impactado. Além do cancelamento de todas as competições das categorias Sub-7 ao Sub-16 no país, as categorias Sub-17 e Sub-20 passaram por um período de paralisação das atividades presenciais que durou quatro meses e meio. Somados ao período de preparação de pouco mais de um mês após o retorno dos treinamentos no CT George Helal, foram exatos 175 dias de intervalo entre a goleada por 4x2 sobre o Friburguense, na estreia da Taça Guanabara Sub-20 ainda em março, e a vitória por 2x1 fora de casa sobre o Nova Iguaçu, na última quarta-feira (09).

Com a divulgação das tabelas das três competições que as categorias Sub-17 e Sub-20 terão, cada uma, pela frente de forma simultânea até fevereiro de 2021, veio a confirmação: o calendário dos Garotos do Ninho para a temporada será mais desgastante do que nunca. Jogos e competições que normalmente seriam disputados ao longo de dez meses, acontecerão dentro de uma janela reduzida de apenas seis meses. Como exemplo, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, que costumam ser separados por semestres, serão realizados simultaneamente a partir de outubro.

O planejamento das comissões técnicas é que os grupos principais de cada categoria atuem nas competições nacionais e nos jogos mais importantes, como clássicos e playoffs, do Campeonato Carioca, dando oportunidade para os atletas que estão no primeiro ano da categoria atuarem nas demais partidas das competições estaduais.

“Já havia um tempo que tínhamos o planejamento de oficializar o Sub-18 como uma nova categoria de trabalho dentro da nossa estrutura de futebol de base. Com o apoio da direção do clube, isso foi feito a partir da atual temporada. Com a redução do período de competições para apenas seis meses e o acúmulo de jogos, seria totalmente inviável utilizarmos apenas o elenco Sub-20 nas três competições, já que pelo calendário teremos semanas com até quatro jogos, com muitas viagens pelo país. Então, teremos espaço para nossos atletas de primeiro ano na categoria, que anteriormente pouco jogavam, poderem atuar mais e dar sequência ao seu desenvolvimento, orientados diariamente por uma comissão técnica vitoriosa e totalmente competente, comandada pelo treinador Mário Jorge. Nossa integração e troca de ideias e informações é diária e constante”, explicou Mauricio Souza, treinador da categoria Sub-20.

Líder isolado do Grupo A com seis pontos ganhos, o Sub-20 entra em campo pela quarta rodada da Taça Guanabara nesta quarta-feira (16), às 10 horas. O adversário será a Portuguesa, no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador.