Libras

Notícias

Sub-15 e Sub-17 vencem Macaé e são líderes na Taça Guanabara

Garotos do Ninho vencem por 3x2 e 2x0, e se mantém no topo de seus grupos nas duas categorias.

Por - em
Em partidas realizadas na tarde deste sábado (27), na Gávea, as equipes Sub-15 e Sub-17 do Flamengo derrotaram o Macaé, respectivamente por 3x2 (João Vitor [2] e Cauan Emanuel) e 2x0 (Felipe Chrysman e Jean Sales), pela quinta rodada da Taça Guanabara das categorias. Com as vitórias, o Sub-15 chegou aos 14 pontos ganhos e segue líder. Já o Sub-17 soma agora 11 pontos ganhos, e continua brigando ponto a ponto pela liderança do Grupo B com Barra da Tijuca e Vasco. Na próxima rodada, dia 04/05, as duas categorias visitam o Resende, no Estádio do Trabalhador.



O Sub-17 entrou em campo primeiro. Logo aos quatro minutos, Felipe arriscou chute despretensioso da entrada da área. O goleiro João Fellip bateu roupa, e no rebote Felipe Chrysman teve o chute travado pela zaga. O calor era intenso, e o jogo era morno. O Macaé assustou aos 14 minutos, em chute cruzado de Daniel que explodiu na trave direita de Bernardo. Aos 23, Maycon cruzou na área e Otávio, desequilibrado, cabeceou por cima do gol da equipe macaense. 

Os Garotos do Ninho abriram o placar aos 30 minutos. Após tabelar na entrada da área com Peçanha, Felipe Chrysman bateu cruzado sem chances de defesa para João Fellip, e fez o primeiro do Mais Querido no sábado de futebol da Gávea. Outras duas boas chances foram criadas em sequência. Aos 35, Pedro Arthur rolou para chute perigoso de Peçanha, à direita da baliza adversária. No minuto seguinte, Leo Xavier cruzou e Felipe Chrysman deu bonito voleio, mas a bola saiu sem direção. 

O Flamengo foi em busca de mais gols na segunda etapa. Ainda no primeiro minuto, Maycon cobrou escanteio e Gabriel Borsatto, que havia substituído Felipe no intervalo, cabeceou bola que raspou a trave direita de João Fellip. Aos quatro, foi Peçanha quem cobrou o escanteio. Felipe Chrysman raspou no primeiro pau e Otavio apareceu no segundo para marcar, mas o goleiro fez grande defesa e, em cima da linha, evitou o segundo gol rubro-negro na partida. 



Aos oito minutos, João Fellip voltou a fazer milagre. Primeiro à queima-roupa após chute de Peçanha, e depois no rebote, em finalização de Igor Lemos. No lance, o goleiro se chocou contra a trave após a defesa, e teve que ser substituído. Aos 34 minutos, Jean Sales recebeu livre de marcação, conduziu até a entrada da área e tocou com frieza na saída do goleiro para fazer o segundo e matar o jogo. 

Flamengo: Bernardo, Jhonata, Mandovani, Otavio, Micael; Leo Xavier (Igor Lemos), Maycon, Peçanha (Felipe Cardoso); Felipe (Gabriel Borsatto), Pedro Arthur (Quintino) e Felipe Chrysman (Jean Sales). Treinador: Phelipe Leal.

Sub-15 luta até o fim e vence de virada

A partida começou com gol contra de Paquetá aos quatro minutos, que abriu o placar a favor do Macaé. Aos 15 minutos, Petterson foi derrubado dentro da área. João Vitor cobrou com categoria e igualou tudo. Porém, aos 19, Luiz Felipe cobrou falta com muita qualidade e fez um golaço, recolocando o Macaé na frente do marcador. Os Garotos do Ninho buscaram o empate ainda antes do intervalo, em bonito chute cruzado de Cauan Emanuel.



O Mais Querido pressionava na segunda etapa em busca do gol da vitória. Aos 15 minutos, Petterson soltou uma bomba de fora da área, e a bola levou muito perigo à baliza do Macaé. Aos 18, Cauan Emanuel ganhou o pé de ferro contra o zagueiro e bateu com consciência, à direita do gol de Denis. Aos 20, nova oportunidade. Após triangulação central, Cauan Emanuel apareceu livre de marcação dentro da área, mas chutou em cima de Denis.

A pressão deu resultado aos 32 minutos, quando João Vitor foi derrubado dentro da área. Penalidade muito bem cobrada pelo próprio João Vitor, que fez seu segundo gol na partida e deu números finais à importante vitória dos Garotos do Ninho na Taça Guanabara, que os mantém na liderança do Grupo B.

Flamengo: Tayran, Wesley (Marquinhos), Paquetá (Kayan), Londrina, Gabriel Bastos; Darlan, Fabricio (Eduardo), João Filipe (Rodrigo); Cauan Emanuel, Petterson e João Vitor. Treinador: Leonardo Cherede.