Libras

Notícias

Sub-15 e Sub-17 vencem o Nova Iguaçu na Gávea e estão na semifinal da Taça Guanabara

Com atuações seguras, Garotos do Ninho das duas categorias eliminam a equipe da Baixada e enfrentarão o Vasco pela vaga na final.

Por - em
Em duelos realizados na quente manhã deste domingo (09), na Gávea, as equipes Sub-15 e Sub-17 do Flamengo derrotaram o Nova Iguaçu, respectivamente, por 4x0 (Matheus França, João Vitor, Londrina e Petterson) e 3x0 (Weverton, Lázaro e Maycon), nas partidas únicas válidas pelas quartas de final da Taça Guanabara. Com as vitórias, os Garotos do Ninho garantiram suas vagas na semifinal, quando voltarão a realizar rodada dupla no próximo sábado, dessa vez tendo o Vasco como adversário, nos duelos pela vaga na final do turno. O Vasco terá a vantagem de atuar em casa e também a de jogar pelo empate nas duas categorias, por ter realizado melhor campanha na fase de classificação.



O Sub-15 entrou em campo primeiro, e abriu o marcador logo aos 12 minutos de jogo. João Filipe soltou uma bomba e a bola explodiu na trave. No rebote, Matheus França tocou para o fundo das redes. O Nova Iguaçu assustou aos 30, em chute forte de Cauã. Francisco Dyogo espalmou e afastou o perigo. Mas quem ampliou foi o rubro-negro, aos 34 minutos, em chute cruzado de João Vitor.

Mesmo com a boa vantagem, os Garotos do Ninho mantiveram a ofensividade na segunda etapa, e conseguiram a goleada. Aos oito minutos, João Vitor deu lindo passe para Petterson, que finalizou cruzado com consciência e fez o terceiro. Londrina ampliou aos 14, tocando para o fundo das redes após cobrança de escanteio e bate-rebate dentro da área. Aos 21, Petterson fez grande jogada e tocou de cobertura. Caprichosamente, a bola encobriu o travessão e passou sobre o gol. A goleada por 4x0 garantiu a classificação do Mais Querido para a semifinal da Taça Guanabara.

Flamengo: Francisco Dyogo, Londrina (Cohen), Mandovani, Darlan, Gabriel Bastos; Dudu (Fabricio), João Filipe (Mateus), Marquinhos (Vitor Muller); Petterson (João Marcelo), Matheus França e João Vitor (Cauan Emanuel). Treina dor: Mario Jorge. 

Sub-17 tem jogo mais equilibrado, mas também se classifica com placar elástico

A primeira chance de gol do Rubro-Negro foi aos cinco minutos, em cabeçada de Carlos Daniel. O goleiro Breno fez a defesa sem dar rebote. Aos 16, o Flamengo voltou a criar ótima chance em triangulação ofensiva que terminou em chute por cima do gol de Marcos Felipe. O jogo era equilibrado, mas os Garotos do Ninho criavam mais chances e chegavam com perigo ao gol adversário. Aos 28 minutos, Carlos Daniel cortou a marcação e bateu para fora. No lance seguinte, o Mais Querido abriu o placar. Weverton recebeu na meia-lua e bateu bonito, no cantinho, sem chances de defesa para Breno.



Logo no início do segundo tempo, o Nova Iguaçu quase empatou, em finalização de Marcos dentro da área. O paredão rubro-negro Bruno se agigantou, fechou o ângulo e fez a defesa, mantendo a vantagem rubro-negra no placar. O Mais Querido foi ao ataque e ampliou com Lázaro, aos 19 minutos. Foi o 17º gol do artilheiro do Flamengo na temporada, que chegou às redes pelo décimo jogo seguido. No apagar das luzes, Maycon cobrou falta com perfeição e fez o terceiro do Flamengo, dando números finais à classificação rubro-negra para a semifinal contra o Vasco.

Flamengo: Bruno, Marcos Felipe, Vinicius, Otavio, Caio; Dhouglas, Maycon, Lázaro Filipe Chrysman); Pedro Arthur (Igor Lemos), Carlos Daniel (Jean Carlos) e Weverton (Murillo). Treinador: Phelipe Leal.