Libras

Notícias

Maria Peck celebra convocação para a Seleção Sub-17

Primeira atleta da base rubro-negra escolhida para vestir a camisa do Brasil, Menina da Gávea comemora bom momento na carreira

Por - em
Na última semana, a técnica Simone Jatobá anunciou a lista de jogadoras que vão participar de um período de treinamentos da Seleção Sub-17 na Granja Comary visando o Sul-Americano de 2020. Destaque do Flamengo no ano, Maria Peck foi chamada e se tornou a primeira atleta do Rubro-Negro a integrar uma convocação de base na história. 

Com apenas quinze anos, Peck disputou o Campeonato Brasileiro Sub-18 no meio deste ano e marcou doze gols. Suas atuações chamaram atenção e a recompensa veio com o chamado para a Seleção. Ciente da responsabilidade, a menina não escondeu a alegria e afirmou estar atravessando uma fase especial com o Manto. 

- Me emocionei muito quando recebi a notícia. Essa convocação, com certeza, é fruto de muito trabalho. Já passei por algumas equipes na minha curta carreira, mas esse é o meu melhor momento. O Flamengo tem uma importância enorme, e ser a primeira atleta do clube a ser chamada, é motivo de muita felicidade.  A expectativa é alta. Ser chamada é difícil, mas permanecer é ainda mais. Quero fazer história na Seleção - pontuou. 

A camisa 10 recebeu a oportunidade atuar no time profissional e brilhou mais uma vez. Na partida contra o Colonia/Guapimirim, entrou como titular no ataque, deu uma linda assistência para Lu Meireles marcar e deixou o seu na etapa final. O gol foi a cereja do bolo para quem almeja chegar longe no futebol.

- Meu objetivo principal é continuar titular do Flamengo, lutar para estar entre as onze na Seleção e em breve me profissionalizar. Já atuei no time de cima, e fiz um gol. Agradeço todos os dias por estar aqui. No dia que marquei, chorei de emoção. Vestir essa camisa sempre foi um sonho, e pretendo seguir realizando por muito tempo - declarou.

O próximo desafio da atleta, junto à equipe, é o duelo de volta da semifinal do Carioca, contra o Vasco, no CEFAN. Para a Menina da Gávea, o foco é o título da competição.

- Estamos bem no Carioca. Por ser a primeira edição da categoria, vejo nossa participação como positiva até aqui. Perdemos a primeira partida da semifinal para o Vasco, mas temos o segundo jogo em casa, e vamos buscar reverter para chegar na decisão - encerrou de forma motivada.