Libras

Notícias

Bruno Henrique é apresentado e já quer jogar sábado

Atacante depende de regularização para enfrentar o Botafogo no clássico pelo Carioca

Por - em


Hoje foi dia de mais uma apresentação oficial. Bruno Henrique chegou em definitivo, treinou e falou como jogador do Flamengo pela primeira vez. O quarto reforço rubro-negro para a temporada foi anunciado na quarta-feira (23) e nesta quinta já estava no Centro de Treinamento George Helal para conhecer e trabalhar com seus novos companheiros.

Bruno já está apto fisicamente para jogar, segundo o próprio, mas ainda depende de liberação e inscrição no Campeonato Estadual para atuar contra o Botafogo no sábado, às 17h, no Engenhão, pela terceira rodada. Ele quer atuar, mas também depende, principalmente, da decisão de Abel Braga. 

Confira abaixo os principais tópicos da entrevista coletiva de Bruno Henrique nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu. 

Chegar ao Flamengo

Estou muito feliz. Demorou um pouquinho, mas agora o que importa é que sou do Mengão. Vou chegar para ajudar os jogadores a conquistar títulos. Estou muito feliz em fazer parte do grupo.

Briga por posição

A decisão sobre quem irá jogar, eu ou o Vitinho, será uma dor de cabeça para o Abel.  Eu vim pra somar e, independentemente de quem for jogar, espero que seja uma disputa sadia e que no final saia o melhor para o Flamengo.

Amizade com Gabigol

O Gabriel é uma pessoa muito do bem. Vamos fazer o que sempre fizemos aqui no Flamengo. Vamos jogar futebol e dar alegrias ao torcedor do Flamengo.

O que esperar de Bruno Henrique

Podem esperar que será um Bruno Henrique que sempre entra dentro de campo para dar o seu melhor. Em 2018, eu me machuquei e acho que se não tivesse me machucado a sequência seria melhor. Quando jogador machuca, a sequência é difícil. Perde muito tempo. Espero que o torcedor veja o Bruno Henrique de 2017, que dribla e vai pra cima com o apoio da torcida.

Vontade jogar já

Estou bem, vinha treinando, fiz os testes no Santos, fiquei só um dia sem treinar. Já treinei com meus companheiros e estou apto para jogar. Espero que sábado, mas depende de estar regularizado e do Abel Braga, claro.

Número da camisa

Vou usar a 27 mesmo. Comcei em 2017, quando cheguei ao Santos. Foi uma homenagem à minha esposa. Nós casamos nessa data, dia 27, e aqui a camisa 27 estava disponível. Então, vou homenagear a minha esposa de novo.