Libras

Notícias

Bruno Henrique exalta estreia com o Manto Sagrado: “Isso é só o começo”

Camisa 27 conversou com os jornalistas em entrevista coletiva realizada no Ninho do Urubu

Por - em


A tarde do último sábado (26) foi mais do que especial para Bruno Henrique. Em seu primeiro jogo com o Manto Sagrado, o camisa 27 marcou os dois gols da vitória por 2 a 1, no clássico contra o Botafogo, no Nilton Santos. Antes do treino desta segunda-feira (28), o atacante concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu e destacou o começo especial no Mais Querido. 

“Feliz pelo primeiro jogo e já poder deixar uma impressão boa. Depois de um ano difícil, foi bom ter o apoio de todos. Depois do jogo recebi muitas mensagens de parabéns. Isso é só o começo. Espero poder dar continuidade."

O quarto reforço do Flamengo para a temporada foi muito elogiado por Abel Braga e falou um pouco sobre a relação com o treinador.

"Ter a confiança do treinador é muito importante para o jogador. Faz evoluir. Enfrentei várias vezes ele, e sempre me disse que me queria ao lado dele. Isso é muito importante. Que a gente possa conquistar muitas coisas esse ano pelo Flamengo.”

Bruno Henrique também deixou claro que pode evoluir bastante durante o ano de 2019.

 "Fisicamente não estou 100%, acho que ninguém está ainda. Fiz 45 minutos, dei alguns arranques, mas não conseguir recompor e dar um sprint em algumas oportunidades. Posso evoluir muito e o que o Abel optar para esse jogo vou respeitar.”

O Flamengo volta aos gramados nesta terça-feira, 21h, contra o Boavista. Perguntado pelos jornalistas, Bruno Henrique se mostrou ansioso para jogar no Maracanã com a Nação incentivando.

“A expectativa é a melhor possível de jogar no Maracanã, reencontrar a torcida. Já joguei contra e sempre incentivam. Eu que gosto de ir para cima, isso incentiva, dá muita confiança.”


Confira outros trechos da entrevista do atacante 

Provável titularidade contra o Boavista 

 Abel ainda não comentou (qual time joga). Só parabenizou. Ele é o treinador, ele é quem sabe. Nós temos que trabalhar, estar bem e ajudar se entrar.

Passe para gol anulado do Gabriel 

Foi nítido, todos viram que eu não estava impedido no lance do gol do Gabriel. O árbitro disse que eu era muito rápido. Ainda bem que estávamos com o placar a favor. Agora é continuar trabalhando e estar bem para poder servir bem aos companheiros.

Diferencial para uma boa estreia

Acho que foi a vontade. Em um lance besta tive uma lesão (no olho). Depois tive outra no adutor. Foram três ou quatro em um ano. Em 2018 faltou isso. Entrei em campo com muita vontade de ajudar e tentar repetir o que fiz em 2017. 

Rodízio de jogadores no elenco 

A estratégia (de dois times) é boa, mostra a força do grupo. Todos se sentem importantes, podem mostrar o motivo de estarem no Flamengo. Abel pode fazer isso. Os jogadores não veem problema, quem ganha é o clube. Quem entra dá conta do recado. 

Amizade com o Gabigol

O Gabriel parece que a gente se conhece há muito tempo, é um irmão que fiz no futebol. Coração grande. A família também. Sempre me acolheram na casa deles. Tenho um carinho grande por ele.

Posicionamento

Entre o lado esquerdo ou direito, acho que tenho facilidade dos dois. Já atuei, não vai ser dificuldade nenhuma. Vai ficar a critério do Abel. Sobre a questão física, ainda estou um pouco abaixo. Isso é com o tempo, com os jogos.

Expectativa antes da estreia

Ninguém consegue prever o futuro. Mas quero sempre jogar bem, fazer gols, que é muito importante. A confiança do Abel, um cara consagrado, que conhece o futebol. Me levou para o jogo, conversou... Acho que assim ele decidiu me levar para o jogo.