Libras

Notícias

Convocado, Cuéllar agradece o carinho da Nação e promete mais empenho

Volante fará parte da seleção colombiana em amistosos visando a Copa América

Por - em


Gustavo Cuéllar recebeu uma grande notícia nesta segunda-feira. Às vésperas da segunda partida na Libertadores da América, na quarta, contra a Liga Desportiva Universitária de Quito, o volante foi chamado para a seleção colombiana para amistosos contra Japão e Coreia do Sul, como forma de preparação para a Copa América que será disputada no Brasil em junho. O jogador ainda precisa garantir sua vaga na lista final e ser chamado neste momento é importante para atingir o objetivo. 

"Acho que é sempre bom ser convocado. É um orgulho vestir a camisa da seleção colombiana. Tenho que fazer lá o meu melhor, o mesmo que faço aqui, para me consolidar lá. Fazer o que o treinador me pede e tentar me manter no time. E com o rendimento aqui no Flamengo, procurar outras convocações", disse o camisa oito, que tem na Copa América um objetivo imediato para o momento. "É uma meta a curto prazo. Tenho que ganhar meu lugar para a próxima convocação e dar o meu melhor. É uma meta que me propus e estou trabalhando todo dia para isso".

Cuéllar está no Flamengo desde 2016. São 147 jogos com o título estadual de 2017 na galeria. Com muita entrega em campo, o volante logo se tornou um dos ídolos da torcida nesses três anos vestindo o Manto. A Nação, inclusive, sempre cobrou sua convocação para a seleção. Cuéllar mostra muito orgulho e agradece o carinho. "Fico orgulhoso de receber o carinho da torcida. Obviamente, tenho conseguido isso com muito trabalho e muito sacrifício. Dia a dia aqui no Flamengo e nos jogos também. Sempre tento dar o meu melhor dentro de campo para essa instituição que me deu tudo até agora".

Antes da seleção, a Libertadores. 



Nesta quarta, o Flamengo terá a missão de conseguir a segunda vitória na competição nacional. Depois da estreia na altitude, contra o San José, o Flamengo terá pela frente a LDU, que venceu o Peñarol na estreia por 2 a 0, em casa. Será a primeira vez que os times se enfrentarão na história e a vitória vale a liderança do Grupo D. O atual vice-campeão brasileiro terá casa cheia para enfrentar os equatorianos e para Cuéllar, a experiência do elenco, aliada ao fato de vários jogadores estarem no time desde 2017, é uma força e tanto para a caminhada na Libertadores. E ter vencido o primeiro jogo fora de casa é mais um ponto a favor. 

"O conjunto do Flamengo tem sido importante. Ficou claro, nas edições anteriores, que a gente sofria para conquistar o resultado fora de casa. Já conquistamos os três primeiros pontos na altitude e mostramos que aprendemos com os erros na Libertadores passada. Manter a base foi também muito importante", apontou Cuéllar, que também ressaltou a importância dos jogadores gringos no elenco, ainda mais para uma competição internacional. "A gente dá um feedback para eles como são os jogos fora, como na altitude. A gente ajuda explicando esses apectos. São pequenos detalhes, mas no final fazem a diferença. Tem sido muito importante aqui no Flamengo. O pessoal que estava fora pode ajudar os jogadores brasileiros em partidas pela América e isso muito importante para conquistar o objetivo no final da temporada", encerrou.