Libras

Notícias

Cuéllar comenta estreia e exalta presença da Nação: A torcida do Flamengo é muito bonita

Volante falou com a imprensa na sala de coletiva do Ninho do Urubu

Por - em
Prestes a estrear no Campeonato Carioca 2019, o Flamengo realizou mais um treinamento no período da tarde no Centro de Treinamento Ninho do Urubu junto ao técnico Abel Braga. Antes da atividade desta sexta-feira (18), o volante Gustavo Cuéllar conversou com a imprensa e falou sobre suas expectativas para o jogo contra o Bangu neste domingo, às 17h, no Maracanã.

"Ter o Flamengo jogando no Maracanã sempre é um motivo de ir. A torcida do Flamengo é muito bonita. É o primeiro jogo de um time com vontade de vencer e conquistar coisas importantes esse ano. Ficamos devendo ano passado e esse ano estamos com o pensamento de vencer. Peço a torcida que nos acompanhe e nos apoie", pediu o camisa 8.

Depois do título da Flórida Cup, quem também fará sua estreia no Carioca é Abel Braga, que assumiu o comando do Flamengo nesta temporada. "O professor foi sempre muito direto e falou tudo o que quer para a gente. Falou que o time que irá jogar no domingo será diferente do da quarta. Todos estão prontos para jogar. Se eu puder atuar no domingo, espero que seja a melhor estreia possível. Se não jogar, quero apoiar os meus companheiros", afirmou Cuéllar.

Pensando na partida contra o Bangu, o jogador garantiu que o foco é sempre na vitória. "Estamos com vontade de começar o campeonato da melhor maneira. Estou com vontade com vontade e sinto nervosismo antes dos jogos. Isso é normal entre os atletas de alto rendimento. O Flamengo te faz sentir coisas diferentes e estamos com vontade de começar bem e terminar com o título", garantiu.

Confira outras respostas do jogador

Chegada dos reforços
"Foi tranquilo, igual recebemos o Rodrigo e os atletas que chegaram no ano passado. Estamos muito unidos. Os dois têm muita qualidade e o time vai precisar deles. Esperamos que sejam muitos felizes aqui no Flamengo." 

Duelo contra o Bangu
"Independente do rival, o Flamengo sempre entra nos jogos com a obrigação de ganhar os três pontos. O investimento não garante que a gente vai ganhar tudo, em campo são 11 contra 11. Vamos entrar com a camisa do Flamengo e isso é uma responsabilidade muito grande."

Revezamento na titularidade
"Estou disposto a fazer o bem para o Flamengo. Se o treinador achar que eu devo jogar sozinho, com alguém que ajude na marcação, ou até mesmo não jogar, vai ser acatado. Somos profissionais e independente do esquema, vou dar o melhor para qualquer coisa que o professor precisar."

Conversa particular com Abel
"Ainda não tivemos uma conversa pessoal, apenas a com o grupo todo. Isso pode vir acontecendo no decorrer das partidas, um pouco mais para frente. Vamos analisar tudo e corrigir o que for preciso. Papo direto com ele ainda não teve."