Libras

Notícias

Desta vez não deu

Após empate de 1 a 1 no tempo regulamentar, Palmeiras faz 2 a 1 na prorrogação e conquista o título da Libertadores

Por - em
MONTEVIDÉU - Dois anos depois de conquistar o bicampeonato da Libertadores, o Flamengo viu a chance de ser tri escapar ao perder para o Palmeiras por 2 a 1, na prorrogação, após empate de 1 a 1 no tempo regulamentar. A partida foi disputada no mítico Estádio Centenário, onde há 40 anos o rubro-negro conquistara sua primeira Libertadores. 

A Nação foi maioria e fez um verdadeiro espetáculo no Centenário, empurrando o Flamengo desde o primeiro minuto. A maioria rubro-negra nas ruas de Montevidéu foi comprovada no estádio, com os rubro-negros dando um verdadeiro show nas arquibancadas. Com maioria da torcida, naturalmente, o Flamengo tomou a iniciativa do jogo, mas as equipes ainda se ajustavam em campo quando o Palmeiras abriu o marcador. Logo aos cinco minutos, num erro de marcação, Rafael Veiga recebeu na marca do pênalti e fez 1 a 0, placar da primeira etapa.

No segundo tempo, o Flamengo martelou e chegou ao empate aos 26 minutos, com Gabi. A partida foi para a prorrogação e Deyverson fez o gol que deu o título ao Palmeiras.
     
FICHA TÉCNICA 

LOCAL: Estádio Centenário (Montevidéu)

PALMEIRAS: Weverton, Mayke (Gabriel Menino), Luan, Gómez e Piquerez (Felipe Melo); Zé Rafael (Danilo Barbosa), Danilo (Patrick de Paula), Gustavo Scarpa e Rafael Veiga (Deyverson); Dudu  (Wesley) e Rony.

TÉCNICO: Abel Ferreira.

FLAMENGO: Diego Alves, Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luis (Renê); Willian Arão, Andreas Pereira (Pedro), Everton Ribeiro (Michael) e De Arrascaeta (Vitinho); Gabi e Bruno Henrique (Bruno Henrique).

TÉCNICO: Renato Gaúcho

GOLS: Primeiro tempo, Rafael Veiga aos 5 minutos. Segundo tempo, Gabi aos 26. Prorrogação, Deyverson  aos 5 minutos

JUIZ: Néstor Pitana (ARG)

CARTÕES AMARELOS: Rodrigo Caio, Piquerez, Gabi, Gómez, De Arrascaeta, Abel Ferreira (técnico), Felipe Melo.