Libras

Notícias

Dorival Júnior ressalta entrega da equipe em momento adverso para vencer o Sport

Treinador também comentou sobre as entradas de Éverton Ribeiro e Berrío no segundo tempo

Por - em


O que se viu nos minutos finais da partida deste domingo foi um Flamengo raçudo para conquistar a vitória diante do Sport, na Ilha do Retiro. O gol marcado por Willian Arão, aos 37 minutos da etapa complementar, colocou o Mais Querido na segunda posição com 66 pontos e fez diminuir para cinco pontos a diferença do líder Palmeiras. 

Com uma escalção bem modificada, sem poder contar com Uribe, se recuperando de lesão, Diego, Rodinei e Pará, que cumpriam suspensão, Dorival Júnior inovou.  Deixou Éverton Ribeiro no banco, promoveu a entrada de Geuvânio e colocou Léo Duarte na lateral direita. Vendo que sua equipe não desenvolvia o melhor futebol, o treinador preparava a entrada de Ribeiro e Berrío, quando Paquetá foi expulso. A dupla entrou em campo e deu um novo gás para equipe, que com muita raça e disposição chegou ao gol da vitória. Após a partida, Dorival comentou sobre as modificações e ressaltou que entrega da equipe foi fundamental para a conquista do resultado positivo.

"Não é que Geuvânio, Paquetá e Henrique Dourado vinham mal. A equipe não se apresentou bem. Com isso compromete a maioria individualmente. Não adianta acharmos que as alterações que melhoraram. O início da partida, que talvez tenha criado dificuldade maior para esses três jogadores. A grande verdade é que nosso comportamento não foi aquilo que nós queríamos"

"A partir do instante que ficamos com um a menos os jogadores se entregaram mais dentro de campo, viram que não tinham outro caminho, que teriam que se reinventar dentro da partida. Foi nova motivação e felizmente conseguimos um grande resultado", concluiu o treinador, que chegou a sua quinta vitória em nove jogos no comando da equipe.