Libras

Notícias

Em entrevista à FlaTV, Marcio Tannure explica como estão os preparativos para a volta ao futebol

Chefe do departamento médico rubro-negro detalha as medidas de segurança que estão sendo adotadas

Por - em
Na noite desta quarta-feira (29), em mais uma entrevista exclusiva da FlaTV, o Dr. Marcio Tannure, chefe do departamento médico do futebol rubro-negro, falou sobre as medidas de segurança que estão sendo adotadas pelo clube para o retorno às atividades do futebol. Confira abaixo:

Comitê médico do futebol brasileiro

“Neste momento de pandemia mundial, foi criada uma comissão especial para que os clubes pudessem discutir os casos de covid-19 e debater sobre quais são as melhores práticas, além de criar protocolos necessários para que o retorno aos treinamentos/jogos seja feito com segurança. Eu faço parte deste comitê da FFERJ e da CBF, sendo um dos líderes na elaboração desse documento com as medidas necessárias para o retorno gradativo ao futebol no momento adequado. É muito bom fazer parte deste comitê, porque o Flamengo tem sido pioneiro nesse projeto, sendo o primeiro clube a criar essas estratégias de retorno, mesmo ainda não tendo uma data definida. Então fico muito feliz de estar participando desse processo e sei da grande responsabilidade que é. Queremos servir de exemplo para outras empresas para que a volta seja com o máximo de segurança possível”

Consenso quanto ao retorno do futebol

“Esse é um assunto bem complexo, onde dificilmente teremos um consenso com relação ao tema. São muitos fatores envolvidos, não só médicos, mas também pessoas, federações e empresas, cujos objetivos e visões são diferentes neste momento. Acho que estamos tendo uma adesão muito grande dos médicos a esse movimento e a esses estudos, mas é óbvio que o consenso ainda não existe e acho que dificilmente vai existir, até porque é algo novo para todos”.

Término das férias do futebol

 “Ainda não sabemos quando será o retorno às atividades. O fim das férias não é sinônimo da volta aos treinamentos. Mas não temos a menor dúvida de quando essa data chegar, vamos retornar cumprindo todos os protocolos médicos que a gente elaborou, na qual eu fiz parte. Então é óbvio que todos serão testados, e após esse primeiro teste, durante um período serão retestados para que a gente não tenha aquela janela imunológica que dizemos, onde aumenta o índice de falsos negativos. Independente da data de reapresentação dos atletas, eles passarão por todos esses procedimentos”

Recuperações de atletas lesionados

“Acho que existe uma série de fatores para os atletas terem uma boa recuperação das lesões. Primeiro, para o jogador se machucar menos e ter uma recuperação mais rápida, é preciso que eles estejam bem preparados. Então isso começa a partir de uma boa preparação física, que é comandada pelo nosso preparador Mário Monteiro e o fisiologista Lucas. Quanto melhor preparado fisicamente o atleta está, mais rápido é a recuperação dele. Depois, o grande diferencial dessas recuperações em menor tempo é a interação entre todas as áreas: médicos, fisioterapeutas, preparadores físicos, nutricionistas, fisiologistas e treinador. Temos esse “flow”, onde termina o trabalho de um e começa o de outro, além de existir o respeito entre as áreas, que é algo importantíssimo nesse processo, a confiança mútua entre todos os profissionais. Em última análise, considero que é puro mérito dos atletas, porque existe uma diferença muito grande entre você ser jogador e em ser atleta. Hoje, me sinto realizado porque considero esse elenco o melhor com que já trabalhei, onde todos são muito dedicados e compromissados em dar o seu melhor pelo clube”.

Clique aqui para assistir à entrevista na íntegra.