Libras

Notícias

Filipe Luís e Juan visitam Hospital da Criança

Jogadores do Flamengo entregam aventais personalizados para crianças. Ação "Meu Manto me Guarda" ocorrerá em outros hospitais do estado

Por - em


Nesta terça-feira (30), o lateral-esquerdo Filipe Luís e o ex-zagueiro Juan entregaram aventais personalizados para crianças em atendimento no Hospital Estadual da Criança (HEC), em Vila Valqueire, no Rio. O objetivo da ação "Meu Manto me Guarda" é encorajar pacientes durante atendimento, para que se sintam mais fortes e corajosos frente aos desafios de tratamento de longa duração.

A ideia foi lançada nos hospitais espanhóis com o lema “Las batas más fuertes”, que significa dizer aventais mais fortes. Agora, a ação chega ao Rio de Janeiro, no Hospital Estadual da Criança (HEC), em Vila Valqueire, na Zona Oeste da cidade, através de parceria entre a unidade e o Clube de Regatas Flamengo, que doou as vestimentas com as cores e símbolo do clube.

"Uma visita muito especial. Um projeto que tenho certeza que será um sucesso. A camisa do Flamengo tem muito peso, energia e coisas boas para quem veste ela. Tenho certeza que no hospital terá o mesmo efeito e essas crianças terão mais força para lutar contra os problemas", afirma Juan.

"Me sinto privilegiado de fazer parte dessa ação espetacular que o Flamengo está realizando. Estou muito feliz de ter participado disso. Essas energias que eles transmitem para nós é muito importante. Dar esses presentes foi legal para eles sentirem a força desse escudo, dessa camisa", destaca Filipe Luís.



Para o secretário de Saúde do estado do Rio de Janeiro, Edmar Santos, é um gol de placa do time carioca.

“É uma bela atitude do clube. Tenho certeza que gestos como esse contribuem na humanização do atendimento, algo que temos buscando desde o início da gestão e que traz resultado para no tratamento. Agora, pretendemos estimular outros times a participarem”, ressalta.

Baseado nos princípios de Solidariedade e Valorização da vida, o Flamengo acredita no tratamento hospitalar humanizado e empresta sua força para promover a dignidade humana, já que ações como essas despertam o lúdico e contribuem muito para o processo terapêutico dos pacientes. O futebol é paixão nacional e o Flamengo exerce sua responsabilidade social, através de sua enorme influência dentro e fora de campo.