Libras

Notícias

Flamengo goleia o Juventude no Maracanã

Por - em

De volta ao Maracanã após jogar contra o Palmeiras em São Paulo no fim de semana, o Flamengo reencontrou também a vitória na noite desta quinta-feira. Mesmo sem ser brilhante, goleaou o Juventude por 4 a 0, em jogo adiado da oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time chegou aos 21 pontos na tabela e pode deixar a zona de rebaixamento já no próximo fim de semana.

O Flamengo dominou as ações desde o primeiro minuto de jogo e teve chance de abrir o marcador pela primeira vez aos sete minutos, quando Léo Moura fez bela jogada pela ponta direita, cruzou e o goleiro Michel Alves defendeu com dificuldade. Também em um cruzamento, desta vez de Maxi em contra-ataque rápido, o Flamengo quase inaugurou o placar aos 16.

O gol acabou saindo aos 30: Juan cruzou da esquerda e Régis colocou a mão na bola. Pênalti que Souza bateu e converteu. Flamengo 1 a 0. Só então o Juventude resolveu sair para o jogo, mas levou algum perigo apenas em chutes de média distância de Fábio Baiano e Barão, respectivamente aos 43 e 44min.

O Flamengo voltou para a segunda etapa disposto a resolver o jogo e, nos sete primeiros minutos, quase conseguiu em conclusões de Roger, Ibson, Rômulo e Léo Moura. A melhor jogada da pressão rubro-negra, porém, aconteceu aos 18min: Roger roubou bola de Zé Rodolpho na ponta direita, invadiu a área e, com a perna esquerda, chutou forte e por muito pouco não fez um golaço.

Após essas oportunidades a pressão arrefeceu e o Flamengo passou por momentos difíceis. No maior deles, após cruzamento da esquerda Luciano completou à queima roupa e Bruno fez milagre ao espalmar para escanteio, aos 31 minutos. No lance seguinte Michel cruzou da direita e a bola bateu no travessão antes de sair pela linha de fundo.

O desafogo aconteceu aos 34: Juan cruzou da esquerda e Obina, que entrara aos 18min no lugar de Souza, cabeceou com categoria, deslocando o goleiro e praticamente decidiu a partida. A partir daí o Juventude sentiu que o jogo estava perdido e desanimou em campo.

O castigo para a equipe gaúcha veio em forma de goleada. Aos 42 foi a vez de Obina ser o garçom: recebeu de Ibson na área e tocou para Maxi, que, na marca do pênalti, mandou no ângulo direito: 3 a 0.

Antes do quarto gol, um lance incrível: Obina, no meio de campo, lançou Maxi na ponta direita. O argentino entrou na área, mandou uma bomba e carimbou a trave. Na volta da bola Ibson concluiu e a bola bateu no travessão. A goleada, porém, não tardou. Aos 47 Juan entrou na área, se livrou de três adversários e tocou na saída de Michel Alves: 4 a 0 e festa completa no Maracanã.

FLAMENGO 4 X 0 JUVENTUDE

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)\ Árbitro: Clever Assunção Gonçalves (MG)\ Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e José Carlos de Souza (MG)\ Cartões amarelos: Wescley, Michel e Régis (JUV); Rômulo, Bruno e Ibson (FLA)\ Gols: Souza, aos 30 minutos do primeiro tempo, Obina, aos 34 minutos. Biancucchi, aos 42, Juan, aos 47 do segundo tempo.\

Flamengo\ Bruno, Léo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Cristian, Ibson e Roger (Léo Medeiros); Maxi Biancucchi e Souza (Obina).\ Técnico: Joel Santana.\

Juventude\ Michel Alves, Barão (Renato), Wescley, Régis e Zé Rodolpho (Márcio Azevedo); Marcão, Marabá, Marcelo Costa e Fábio Baiano; Michel e Tadeu (Luciano).\ Técnico: Beto Almeida.\