Libras

Notícias

Gerson agradece carinho da Nação e elogia elenco rubro-negro

Volante afirma que realizou sonho de criança em vestir a camisa do Mengão

Por - em

Continuando o bate-papo com os craques rubro-negros, a FlaTV entrevistou o volante Gerson nesta quarta-feira (15).  O jogador falou sobre a sua chegada ao Flamengo, a união do elenco e muito mais. Confira!

Período em casa

"Sou mais discreto. Eu uso as redes sociais, mas não fico mostrando as coisas que eu faço. Acho até que preciso começar um pouco mais, a torcida é muito grande, não acompanha o que eu faço e é algo que eu posso começar a fazer".

Carinho da torcida

"Não imaginava isso tudo, mas graças a Deus deu certo. Sobre o Coringa, todo fim de jogo me perguntavam sobre isso mesmo. Até que um dia, depois de tantos, eu falei pra me chamarem de Coringa. Não sabia que ia dar bom, mas deu bom. É aquela velha história. Não se mexe no time que tá ganhando. Coringa não vai mudar não. Já não é fácil meter gol, mas quando meter é essa. Vapo Vapo sempre".

Sonho de criança

"O Mister me ligou e disse que estava contando comigo. Minha vontade sempre foi jogar aqui. Fiquei desesperado, querendo vir. Sempre foi o meu grande sonho. O Marcos (vice-presidente de futebol) me deixou bem claro que eu tinha que mostrar que queria vir e falou: 'Eu só viajo pra trazer o jogador, não saio da Itália sem você'. Aí ele foi lá e me trouxe".

Elenco rubro-negro

"Quantos títulos são? Fico até perdido. É o melhor elenco. O que eu mais me impressionou é que tem vários jogadores consagrados e, fora de campo, são todos sensacionais. Por isso que um corre pelo outro. A gente deixa os outros falarem pela gente. Eles falam que somos os melhores, a gente só fala dentro de campo".