Libras

Notícias

Na despedida do Brasileirão, Flamengo é derrotado pelo Atlético-GO por 2 a 0 no Antônio Accioly

Rubro-Negro termina o campeonato na segunda colocação

Por - em

Foto: Gilvan de Souza / CRF

Na última rodada do Brasileirão, o Flamengo perdeu para o Atlético-GO por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Com o resultado, o Rubro-Negro encerrou sua participação no campeonato em segundo lugar.

O jogo
Com um time formado basicamente por garotos da base, o Flamengo começou a partida tentando explorar a troca de passes. O Atlético-GO adiantava a marcação e pressionava a saída de bola do Rubro-Negro. Aos 30’, Renê descolou bom passe na direção de Vitor Gabriel, o atacante tentou dominar, mas a bola sobrou com Fernando Miguel. Com poucas oportunidades criadas, a primeira etapa terminou com o placar em branco.

No início do segundo tempo, o Fla por muito pouco não abriu o marcador. Renê tocou para Lázaro dentro da área, que dominou e bateu cruzado de canhota. Fernando Miguel deu rebote e Vitor Gabriel quase conseguiu empurrar para o gol. O time rubro-negro deu uma boa melhorada na segunda etapa, conseguindo ficar mais tempo com a posse de bola no campo ofensivo.

Aos 36’, o Atlético-GO abriu o placar com Lucão, de cabeça: 1 a 0. Já nos acréscimos, os donos da casa marcaram o segundo gol com Toró: 2 a 0. Com o resultado, o Flamengo se despediu do campeonato com derrota.

Ficha técnica
Atlético-GO 2x0 Flamengo – 38ª Rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Antônio Accioly-GO
Data: 09/12/2021
Árbitro: Paulo Roberto Alves (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu (PR) e Márcia Bezerra (RO)
Cartões amarelos: Léo Pereira (FLA), Willian Maranhão (ACG), Piris da Motta (FLA), Oliveira (ACG) e Rickson (ACG)
Gols: Lucão (36’2ºT) e Lucão (47’2ºT).

Escalação do Flamengo
Hugo; Noga, Bruno Viana (Werton) e Léo Pereira; Wesley, Piris da Motta, João Gomes, Lázaro (Matheus França) e Renê; André Luiz (Thiaguinho) e Vitor Gabriel (Ryan Luka).
Técnico: Maurício Souza.

Escalação do Atlético-GO
Fernando Miguel; Arnaldo, Oliveira, Éder (Wanderson) e Arthur Henrique; Willian Maranhão (André Luís), Marlon Freitas, Gabriel Baralhas e Rickson (Toró); Janderson (André Lima) e Brian Montenegro (Lucão).
Técnico: Marcelo Cabo.