Libras

Notícias

Nota Oficial - Clube paga 8 milhões em impostos atrasados de Refis e Timemania

Um dos motivos das penhoras, IR dos funcionários não era repassado à Receita há três anos

Por - em
A nova diretoria do Clube de Regatas do Flamengo já começa a implantar sua filosofia de gestão. Na última semana, a vice-presidência de finanças garantiu o pagamento de R$ 8 milhões em impostos atrasados do Refis e Timemania, que já eram provenientes de um reparcelamento de dívidas anteriores. Em 2012, este reparcelamento não foi pago pela diretoria anterior, o que contribuiu para as recentes penhoras. "O pagamento dos 8 milhões evita novas penhoras e demonstra que não estamos aqui brincando de administrar o clube. O Flamengo voltará a ser respeitado", garantiu o VP de Finanças, Rodrigo Tostes.
 
Outro fator que dificultou o acesso às receitas neste início de ano foi o não pagamento de três anos do Imposto de Renda dos funcionários, fato que vem sendo apurado pelo trabalho de auditoria contratado junto à empresa Ernest & Young. Cada um deles tem 27,5% de seu salário retido no clube, que deve repassar à Receita Federal. Na última gestão, este repasse não aconteceu. O valor era descontado do funcionário, mas utilizado para outros fins.
 
"Vamos precisar de algum tempo, mas o Flamengo vai colocar as contas em dia. Começamos pelo nosso maior credor que é o Fisco. Eles já entenderam que o Flamengo mudou", completou Tostes.
 
A atual diretoria financeira e jurídica trabalha exaustivamente, em reuniões frequentes com a procuradoria, para apresentar um plano de quitação destas dívidas, além de garantir o pagamento em dia dos impostos correntes.
 
"Em 15 dias fomos capazes de executar nossa proposta de gestão e estamos pagando os impostos em dia", finalizou.