Libras

Notícias

Vitória sobre o Grêmio mantém Flamengo com chances de título brasileiro

Uribe e Diego marcaram no Maracanã e adiaram decisão do campeonato por mais uma rodada

Por - em


A luta continua. O Flamengo venceu o Grêmio, no Maracanã, na noite desta quarta-feira, por 2 a 0 e se manteve na briga pelo título do Campeonato Brasileiro de 2018. O Palmeiras também venceu seu jogo, em São Paulo, e se mantém na frente com cinco pontos. Faltando duas rodadas para o final, o Flamengo precisa vencer os dois jogos restantes e torcer por dois tropeços palmeirenses para ficar com a taça. Os gols foram marcados no segundo tempo, por Uribe e Diego. 

Precisando da vitória a qualquer custo, o Flamengo dominou o jogo desde o início, deixando ao Grêmio apenas a opção do contra-ataque. Perigoso, mas ineficaz e sempre repelido pela zaga rubro-negra. Dorival Junior começou com Rhodolfo na zaga, no lugar de Leo Duarte, poupado, e Diego na vaga de Paquetá, suspenso. A formação travou o tricolor gaúcho em seu campo. Um padrão conhecido do time, a posse de bola, não se fez presente. Os gremistas até ficaram mais com ela. Mas o Flamengo finalizou mais ao todo e no final foi mais objetivo para sair com a vitória. 

O jogo

O primeiro tempo foi todo do Flamengo. Uma pressão constante por 45 minutos onde a bola só não entrou por teimosia. Com um minuto, Diego lançou Uribe que chegou depois de Paulo Victor por segundos. Três minutos depois, Uribe chuta forte, mas a bola bate na zaga e não vai ao gol. O Flamengo tinha 62% de posse de bola e jogava sozinho. Everton Ribeiro tentou surpreender o goleiro gremista aos 11, mas a bola saiu por cima. Aos 21, a torcida gritou gol, mas a cabeçada de Uribe mandou a bola na trave. A melhor chance, porém, quem teve foi Renê. Vitinho fez ótima jogada e achou Cuéllar. O colombiano fez outra jogada melhor ainda, driblou dois e sem equilíbrio tocou para Uribe. O atacante dividiu com Paulo Victor e a bola sobrou limpa para Renê, que chutou por cima, na mais clara chance de gol do primeiro tempo. E os primeiros 45 minutos ficaram nisso. 

O gol que teimou em não sair no primeiro tempo apareceu logo no minuto inicial da etapa final. Após cruzamento de Everton Ribeiro, Réver cabeceou e Uribe, como um bom centroavante, soltou a bomba para abrir o placar. O gol incendiou o jogo e a torcida. O Grêmio não poderia mais ficar no contra-ataque e o panorama mudou. Mas o Flamengo ainda era mais perigoso e tinha as melhores chances. Aos 16, Diego cruzou, Réver cabeceou e Ramiro tirou em cima da linha o que seria o segundo gol. 

Em São Paulo, o Palmeiras fez o primeiro gol. E Vitinho mandou para longe o que seria o segundo do Fla. O Palmeiras ampliava e o Grêmio chegava. Marlos, Jean Lucas e Berrío entraram. Mas foi César, com uma defesa particular, mais uma, em cabeçada de Geromel, que salvou o gol que acabaria o campeonato. O melhor ainda estava por vir. Como um raio, Berrío disparou pela esquerda e cruzou para Diego, livre, marcar o segundo e fechar a conta. 

Vitória garantida, agora é descansar e se preparar para o jogo contra o Cruzeiro, no Mineirão, às 17h. É até fim, até o último minuto.